Nem tudo é apenas degustação de docinho, prova de vestido e escolha das flores. Uma das maiores responsabilidades nos preparativos do casamento é saber negociar com os fornecedores, não fazer papel de “noiva-sonhadora-boba-encantada“. Vamos começar o assunto diferenciando: uma coisa é negociar, outra é pechinchar.

Pechinchar faz parte da cultura brasileira, a gente sempre dá uma choradinha no preço. Acho válido, mas o problema é que o fornecedor pode responder não. E aí que entra a negociação. Negociar é muito mais que pechinchar, é você se saber arumentar para alcançar seus objetivos de forma que ambas as partes fiquem satisfeitas. Repito: ambas as partes, não só você. Você não quer um fornecedor frustrado no seu casamento, certo?

Juntar informações: o ideal é sempre fazermos no mínimo 3 orçamentos de cada serviço, para poder ter um comparativo. Junte o máximo de informações de cada serviço, preços e variações de serviços que cada fornecedor oferece.

Comparar corretamente: Na hora de analisar os dados colhidos acima, separe o joio do trigo. O maior erro das noivas nas negociações é querer comparar um fornecedor com características A com outro B e querer que o A faça o preço do B. Dou um exemplo: orçar docinhos com chocolate belga que custa “XX” e outro fornecedor que usa chocolate hidrogenado e cobra “X”. Daí você gosta mais do chocolate “XX” mas quer que ele faça o preço do chocolate “X”. Não dá né minha gente? Sabe o que você consegue com isso? Muitas vezes até ofender o fornecedor “XX” que se sente totalmente desprestigiado por você não valorizar o trabalho dele. E como já falamos, você não quer um fornecedor frustrado no seu casamento, então compare produtos e serviços do mesmo nível.

Ceder: Agora que você já colheu informações e as analisou corretamente, chegou a hora de conversar com seu fornecedor. Pense no que você pode ceder para que ele possa ceder um pouco no preço também e assim os dois saírem contentes. Exemplos: você aceita trocar a forminha do doce por uma versão mais simples? Usar um tipo de impressão mais simples no convite? Seu casamento terá menos horas de duração? Você se casará de manhã numa festa menor e mais rápida que exigirá menos do profissional? Você aceita abrir mão da sobremesa do seu Buffet já que terá bolo e mesa de doces? Você pode pagar à vista e pedir um desconto? Ou aceitar o preço dele mas pedir um parcelamento maior?

Use sua criatividade: às vezes nem precisamos ceder. Há histórias na internet de noivas do mesmo mês que se uniram e foram negociar um desconto especial num hotel de noite de núpcias, por exemplo. Todas iriam fechar naquele hotel se o hotel oferece uma vantagem para elas. Deu certo. Outras noivas se uniram e fizeram a mesma proposta para uma fornecedora de bem casados. Fizeram um pedido coletivo grande em troca de um desconto. Conseguiram. Isso é usar o seu poder de barganha.

Proposta: numa negociação, já tenha claro em sua cabeça até onde você quer chegar, seu objetivo. Nada de ficar mudando de ideia ou pensando eternamente. Qual o máximo que você pode gastar? Seja clara para seu fornecedor, uma comunicação clara é fundamental na negociação. Faça sua proposta de até quanto você pode pagar, como você pode pagar e o que você pode ceder. Se ele não aceitar, pule para o parágrafo abaixo.

Saber a hora de parar: você usou todos os argumentos e o fornecedor não abaixou o preço? Você acha o preço dele exagerado ou não pode pagar? Tem que saber a hora de parar uma negociação porque depois de um certo limite acaba sendo desgastante e perda de tempo para os dois lados. Existem muitos fornecedores no mercado, talvez ele não seja o ideal para o seu casamento. Se não deu certo com um é porque não era para ser, feche com outro.

As assessoras de eventos estão acostumadas a negociar com os fornecedores. A vantagem delas é que elas conhecem todas as informações do mercado e sabem até onde cada fornecedor pode aceitar ou não numa negociação, fazendo tudo de forma mais objetiva e prática.

 

converse com a gente
 0             0})
DEIXE SEU comentário
16 Comentários
  1. Diego Briganti - DB2 Produção, disse:

    Muito coerente e obrigado por postar, pois acontece muito com a DB2 Produção.
    Ficamos chateados, mas entendemos o lado do cliente, mas quando colocado lada a lado, como você escreveu, cabe somente ao casal realizar a escolha, pelo custo beneficio, pelo sonho, pela marca e assim vai.
    Fê, sou seu Fã!
    Bacionis in cuore

    Diego Briganti

  2. Pingback: Tweets that mention Negociando com os fornecedores | Vestida de Noiva -- Topsy.com

  3. Renata Cruz, disse:

    Fê, bom dia!
    Muito educativo seu post. Tem muita noiva sem noção por aí, achando que todos os fornecedores são iguais. E não levando em consideração a qualidade do trabalho de alguns!
    Parabéns!
    Bjokas…

  4. Mari, disse:

    Bom dia Fe!
    ótimas dicas!
    se eu pudesse até clicava pra me inscrever…
    mas em maio devo ir ai em sampa na Casar!
    bj

  5. Sammia, disse:

    ADOREI, amei e apoio 100%

    Casar sem grana é possível a partir do momento que se usa a inteligência a seu favor e não um “forçar a barra”. Acaba-se ganhando até mesmo uma inimizade com ótimo fornecedor que você irritou pois o ofendeu menosprezando o conhecimento e a qualidade dos serviços dele.
    É necessário entender as condições que temos e trabalharmos as negociações em cima disso. Se ambos os lados estão satisfeitos com o preço: Tudo bem. Se não, é necessário procurar as segundas alternativas mais em conta. E não se entristecer também pois eu tenho certeza que se pode ter um casamento lindo e agradável com aquela “segunda alternativa”. Criatividade é tudo nessa vida!

    Beijos Fê. Muito obrigada por posts como estes!

  6. Paula, disse:

    Muito bom esse post, negociei muito bom com todos os fornecedores. O mais dificil foi com o fotógrafo q pedi um desconto pelo pagamento a vista, ele queria cobrar o mesmo valor que dividindo em 10 vezes, Mas teve várias outras negociaçõe, amei negociar com o buffet, pessoal muito flexivel, fiz várias mudanças e não aumentaram quase nada o valor. Bjos

  7. Izabel Kahn, disse:

    Excelente! Sábias palavras
    Parabéns!
    Bjinhos!

  8. Rê Benetti, disse:

    Ótimo post Fer… parabéns!! =) bjinhos,

  9. Aline Gonçalves, disse:

    ameiii Fê… faço minhas as palavras da Sammia!!!

    Muito obrigada!
    bjocas
    Li

  10. Aline Chaves, disse:

    Post maravilhoso e útil demais Fernanda! Acho que todas as noivas precisam ver o lado do fornecedor tbm. Ambos precisam estar satisfeitos. Parabéns!
    Beijos

  11. Dani Freitas, disse:

    Quando estavamos nessa fase de preparativos e eu queria pechinchar demais, meu marido sempre me falava uma coisa que eu nunca esqueci:
    “Todo mundo precisa comer” , rsrsrs
    Ou seja, você claro, não quer gastar muito, mas a pessoa vive daquilo, é o trabalho dela!

  12. Tuannie Cotrim, disse:

    Perfeito, Fernanda. Super pertinente. Como consumidora e como fornecedora, agradeço seu post. Além da “prestação de serviço”, acho que foi uma verdadeira aula de educação e bom senso.

    A comparação de orçamentos de fornecedores de casamento é delicada, pois além das milhares de variáveis tangíveis, há ainda os itens intangíveis. Atendimento, serviços agregados, marca, reputação, credibilidade, sonho. Elementos subjetivos que não têm preço e, portanto, não podem ser simplesmente avaliados em uma planilha de Excel.

    Sob o ponto de vista de consumidora, é preciso saber diferenciar “banana de laranja” e não achar que os fornecedores são capazes de “cobrir qualquer oferta”, assim como alguns supermercados costumavam fazer. Não é assim que a banda toca! Cada um tem sua estrutura, seus custos fixos, sua bagagem e know how e tudo isso é (ou deveria ser) considerado.

    Já na visão de fornecedora, acho EXTREMAMENTE importante que o cliente jogue limpo e diga o quanto mais ou menos estaria disposto a investir naquele item, para que não haja perda de tempo de ambas as partes. São inúmeros os casos de clientes que dizem não fazer “a menor ideia” do valor que podem gastar. Daí você investe seu tempo, sua energia, oferece ideias, sugestões e dá seu preço. X. Silêncio do lado de lá. Depois do follow up, o cliente te diz que aquilo ficou muito fora do que estava planejando gastar. Ora! Por que então não mencionou esse valor imaginário logo no início da conversa? Se não for financeiramente interessante para o fornecedor, ele declina e tudo bem. No hard feelings. Para ser sincera, me sinto às vezes usada por clientes (prospects) que só precisam balizar preços…

    Bjs!

  13. Ge Martins, disse:

    Fe, super bacana falar sobre esse assunto!
    Como sempre coerente e pertinente à nossa vida de noiva.
    E a verdade é que, com bom senso, educação e sinceridade, podemos sempre fechar ótimos negócios, não só na questão casamento, mas em todos os setores da nossa vida.
    A atitude de ser sincera e deixar claro o quanto pode pagar, além de não ser vergonha pra ninguém, facilita muito as negociações.
    E valorizar o trabalho das pessoas é o primeiro passo!
    Bjs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Depois de um post sobre um casamento com apenas 23 convidados, vem a pergunta: como reduzir a lista de convidados? Na verdade a intenção nem é reduzir para menos de 30, porque realmente é um caso muito específico. Mas é fato que a maior preocupação de todos os noivos é a tal da lista de convidados, afinal envolve dinheiro – o custo de muitos itens da festa é calculado no número de pessoas – sentimento e em muitos casos até politicagem.

Para mim, a forma que mais funciona é estabelecer perguntas-chave de corte e aplicá-las à todos que entrarem na sua lista inicial. Você só quer pessoas queridas, que te amam e que torcem pelo casamento, certo? Então faça as seguintes perguntas à você mesma:

Vdn1 Eu costumo frequentar a casa dessa pessoas ou ela frequenta a minha?

VDN2Eu tenho o telefone dessa pessoa ou sei que posso enviar mensagem sempre que precisar?

vdn3Essa pessoa me ligou no meu último aniversário para desejar felicidades? (mensagem via facebook não conta!!)

Na boa gente, se vocês não frequentam a casa da pessoa, sequer tem o telefone da mesma e ela/ ele nem te ligou no seu aniversário, por que raios ela tem que estar no seu casamento?!

Mas tem também a parte dos pais. Se os pais quem estão oferecendo a festa, é muito justo sim que eles convidem os amigos deles, afinal é muito orgulho para os pais mostrar a felicidade dos filhos para os outros. Só peça para seus pais aplicarem as mesmas perguntinhas na lista deles.

Eu sei que é difícil fazer cortes numa lista de convidados, a gente sempre quer compartilhar nossa alegria com todas as pessoas que estão em nossa volta ou que fizeram parte de nossa vida. Crie seus próprios critérios de corte e foque apenas nas pessoas que te amam. Se até a rainha Victoria, da Inglaterra, em 1840, deixou de convidar alguns nobres porque queria em seu casamento apenas pessoas que simpatizava, por que você não consegue fazer o mesmo?

converse com a gente
 0             0})
DEIXE SEU comentário
83 Comentários
  1. AnaCarolina, disse:

    Bom dia Fer!!!

    Ótimo assunto..Estou fechando a lista essa semana…Stress total por causa da bendita…Caramba, a parte mais estressante até agora!

    Beijinhos

  2. Mariana, disse:

    Oi Fer

    essa é realmente a parte mais dificil e que deixa nós (noivos) beeem chateados…quando se está noivo todo mundo tenta se aproximar e dizer que é seu amigo (funciona com parentes também) só pra tentar descolar uma boquinha…muito triste..
    minha lista é de 80 convidados, foi bem complicado reduzir mas agimos com sinceridade e com o coração.
    É impossível agradar a todos..

    =/

  3. Mari, disse:

    Bom dia!
    Acabei de enviar o link pro noivo…tá complicado fazer cortes na lista!!!!To ficando doida já!!!!
    Ninguem quer cortar…só acrescentar!!!
    bju

  4. Camila, disse:

    Adorei esse post! Todo noivo deveria ler!

  5. Flavinha, disse:

    No meu casamento se eu tivesse apenas convidado pessoas que eu tenho contato de verdade teria sido um mini wedding, mas meus pais quiseram convidar um montão de gente, familia e tudo.

  6. Marcela Didier, disse:

    Eu e minha mãe estamos terminando a lista essa semana, oh coisinha dificil…
    O noivo não pode nem saber que a lista já está em 490 convidados, pq havíamos combinado um casamento para 250, heheheh
    Adorei as dicas, vamos coloca-las em prática !!!

  7. Rebeca, disse:

    Bom dia Fer!
    Post maravilhoso! Acabei de enviar o link para o noivo dar uma lidinha *-*, já que teremos que finalizar a lista esta semana.
    Beijocas

  8. Marina Favato, disse:

    Adoro suas dicas… sempre pertinentes!!! Beijo grande!!!

  9. Juliana, disse:

    Lista de convidados = stress.
    Estou sem falar com meu pai há 3 semanas por causa dela. Esse assunto – lista – é a única parte problemática do casamento. Por mim, o casamento tinha 100 convidados, mas pelo meu pai uns 1000. Arhhhhhgh!!
    Na minha lista, os convidados estão divididos em: queridos, parentes distantes, pessoas que nunca vi ou ouvi falar, pessoas que não vão de jeito nenhum, mas tem que ser convidadas (??) e pessoas que eu não quero convidar.
    Ai ai gente, está sendo um verdadeiro sofrimento pra mim.
    Socorroooooooooooooooooo!

  10. Camilla, disse:

    Eu acho que a dica super se aplica. Mas creio que existem situações em que não podemos avaliar só isso.
    Por exemplo, no escritório faço parte de uma equipe de 7 pessoas, das quais 5 sou realmente próxima de frequentar casa e ligar sempre. Mas como eu deixo de fora as outras duas, que convivem comigo 8 hrs por dia, sem gerar mal estar pós festa?

  11. luciane de souza dib, disse:

    AInda bem que já passei dessa fase!!! rsrsrs
    Mas é sempre importante esse assunto! Deu um trabalho enoooorme…
    estou na fase da entrega dos convites…tarefa dificil essa também! rs
    Fê, semana que vem é meu chá de cozinha, minha sogra e minha cunhada estão organizando para mim!!!
    não faço idéia do que elas estão aprontando…mas sei que estão fazendo tudo com muito carinho!
    te envio umas fotos depois!!!
    bjão e bom dia!

  12. Sara, disse:

    Olá meninas, acho que todas noivinhas sofrem com a listagem de convidados, ainda mais quando tem uma família GRANDE como é o meu caso,mas mesmo sendo família que eu não tenho contato já estou cortando.

  13. Rê Benetti, disse:

    Essa é uma das coisas mais difíceis… me casei no final do ano passado e pensava em fazer um casamento para 100 pessoas, convidando assim os parentes e amigos mais próximos. Porém, tive que aumentar um pouco a minha lista para não causar alguns desconfortos.
    Esse é um momento delicado. Acho que o lado ruim de convidar mais pessoas é deixar de fazer algo a mais no casamento. 😉
    Bjs,

  14. Ariela Conceição, disse:

    Parte mais chata do casamento sem dúvidas!!!! Agora, ess post foi mais que útil…diria fundamental para um corte na lista e um controle no orçamento! rsrsrs
    Bjos :)

  15. Sara, disse:

    Tenho amigas que hj em dia não são mais próximas agente ficou mais de 4 anos sem se vê,mas elas me convidaram para o casamento delas, fica chato se eu não convidá-las ?

  16. Natália, disse:

    Fe, acho esses critérios criariam a lista IDEAL. Mas às vezes é utopia… Consegui fazer isso pra minha lista de “amigos”. Mas para a família, tanto minha quanto a do noivo, que são ENORMES, tem gente que deve ter mais de 20 anos que não tenho contato! Ele da mesma forma. Mas os nosso pais fazem questão – apesar de sermos nós quem estamos pagando a festa…
    Bjs

  17. Camila, disse:

    Nossa estou sofrendo…
    minha lista esta com 120 convidados alem do que estou orçando…
    Dificil demais… o problema é que só a familha são 249 convidados de uma lista de 300…

    tem muita gente que eu nem reconheceria se encontrasse na rua… :(

    outro problema é como chamar colegas de trabalho? Eu não estou chamando ninguem e meu noivo esta chamando todo mundo… queria poder chamar umas pessoas mas o noivo eta com vergonha de chamar uns e não chamar outros, assim como eu…

    o que fazer?

  18. Christiane, disse:

    Fazer a lista é a coisa mais difícil que tem. Apesar de ainda faltar muito tempo para o meu casamento, eu e meu noivo começamos os preparativos com a lista. As duas são gigantescas (apesar de a gente ter combinado uma festa para 200 pessoas). A Natália falou uma coisa que também aconteceu comigo: consegui cortar a lista de amigos, mas a da família o problema é sério. Minha família é MUITO grande e tem aquela coisa: vai ficar muito chato chamar um e não chamar outro. Já pensou na próxima reunião familiar (aquela que acontece de cinco em cinco anos, se acontecer)? A pergunta que eu ouço dos meus pais é: com que cara a gente vai ficar?
    No final, a minha lista está como a da Juliana: amigos próximos, parentes próximos, parentes distantes, gente que eu não conheço (ou mal conheço), mas tem que convidar e aquelas pessoas que eu sei que não vão mas que também tem que convidar. É horrível, mas é verdade. E chegamos a quase 400 pessoas já cortando bastante gente. Até o final do ano a lista tem que chegar a 300, só não sei como.

  19. Andrea, disse:

    No meu caso tive bastante sorte, tanto meus pais como o deles solicitaram poucos convidados e não estão palpitando nas nossas decisões. Ufa!!

  20. Poliana Vanúcia, disse:

    Importante isso Fê , pois a minha experiencia é bem semelhante … tive muitos cortes na minha lista de convidados pelo simples fato de não estarem no meu convívio. Pra vc ter uma ideia deixem de convidar 02 tios .. sem falar em primos e pessoas do trabalho…
    E não me arrependi… os cortes foram necessários e ponto final!
    bjocas pra vc

  21. Talita Ginani, disse:

    Sinceramente eu não sei como vou fazer com a lista, só de conversar a respeito já rolou stress, isso por que a família do meu noivo é imensa, moram todos fora e eu não conheço praticamente ninguém, isso sem contar que vamos pagar a festa (leia-se coquetel + bolo com champagne) e eu sei que vai gente p conta do buffet que eu sei que não virá; infelizmente não consigo achar uma saída, acho injusto ter de convidar gente por mera formalidade que sei que vou ver no dia do casamento e nunca mais. Noivinhas ajudem com as dicas, pleaseeeeeeeeee, esse assunto é muito delicado e complicado também. Bjs

  22. Vivizinha, disse:

    Aff… e o que fazer quando só a família (tios, primos e seus agregados) do noivo tem 160?!?!?!

  23. Thamiris, disse:

    Fê, minha grande dúvida é sobre o pessoal do escritório. Como convidar? São muitas pessoas, tanto da minha parte quanto a do meu noivo. Alguns temos mais afinidades, outros não… se quer conhecem meu noivo. Please, help….
    bjs

  24. Renata, disse:

    gente, na boa? tô tendo problema zero com a lista, e olhe q meu noivo conhece tanta gente q brinco dizendo q ele parece um deputado, sai p/ qqr lugar e sai dando tchau p/ td lado, a família dele é gigante e a minha é +- 😛

    acho q os problemas mais comuns são:

    – q as pessoas supervalorizam demais seu próprio casamento, rs…gente, fora para os mt próximos e queridos, casamento é uma coisa CHATA! siiiiiiiiiiiiiiiiim chata!!!! obrigação…observe a taxa de faltosos em qqr casamento e analise se estou mentindo, então não fique se lamuriando “ai meu Deus, qq o tio-que-me-deu-bolinha-de-gude-qd-eu-tinha-3-anos vai falar na próxima-reunião-de-família-daqui-6-anos”. o afilhado dos meus pais com quem não tenho contato acabou não convidando eu e minhas irmãs pro casamento, minha mãe se ofendeu mas eu dei graças a Deus rs…eu só me emociono em casamento d pessoas queridas, próximas, amadas…dos distatantes vira maaaaaaaais uma obrigação d se arrumar, ficar suando em igreja…etc. Então fica mais fácil se vc for prática…é um casamento, não é como se vc estivesse negando uma doação de sangue a um acidentado ao não convidá-lo pra uma festa q ele provavelmente nem tá tão afim assim d ir.

    – as pessoas esquecem q é um evento íntimo, não um evento publicitário para promover um novo produto em q qt mais gente e brindes melhor…mas em tempos d exibicionismo exacerbado as coisas ficam confusas…achei teu exemplo ótimo Fer! pô, se a pessoa não frequenta tua casa, se vc não pode contar com ela pq vc dividiria um momento tão pessoal qt esse? ._.

    – enfim, falta um pouco de sangue frio e praticidade com os sem noção…irmão do noivo já saiu convidando gente, já teve namorada d amigo do noivo q é amiga de EX namorada do noivo (e q já “conspirou” com a ex p/ prejudicar meu namoro, vê bem) q se convidou pra ser MADRINHA! (O_O era só o q faltava)…há pessoas q ficam sem-graça mas gente, na boa? quem tá sendo sem-noção são os outros, não eu, eu vou e corto mesmo…com educação, com algum jeitinho, mas corto, se não vira bagunça, e acho q falta esse pulso em mt noiva…

    enfim, resumindo, pare de achar q seu casamento vai ser TÃO bom q vai ser uma crueldade não chamar até gato e cachorro, lembre-se q é um evento ÍNTIMO e q os convidados deveriam fazer jus à “classificação” do evento e tenha pulso p/ controlar os sem-noção

    dicas de uma noiva q não está tendo NENHUM stress com lista, mesmo o noivo sendo praticamente um deputado (d família gigante rs) :) está em 180 convidados e a não ser q façamos mais alguns maravilhosos amigos daqui pra ano q vem, não há intenção nenhuma de aumentá-la

  25. Camila Kovalski, disse:

    Olá meninas!!
    Comigo foi o mesmo stress. Casei em setembro do ano passado, e sei bem o que estão passando.
    No meu caso foi o seguinte, convidei os parentes que realmente tenho contato, aqueles que se distanciaram por motivo a ou b foram descartados (2 tias e suas famílias por parte de mãe), parentes distantes, daqueles que há anos não tinhamos contato também (3 tios e suas famílias por parte de pai). Dei o direito aos meus pais convidarem alguns amigos que eu não conhecia (uns 8 no máximo), no escritório como somos em poucos convidei todos, mas acabaram indo somente os chefes e suas esposas mais uma colega com o esposo. Valeu o bom senso por parte deles! Acreditem, isso acontece pra nosso alívio!!
    No caso do meu marido foi assim, como a família dele é enorme e não tínhamos contato com ninguém, inclusive a maioria eu nem conhecia, e continuo sem conhecer, foram convidados somente os tios e tias, sem filhos, que eram muuuiiiitos!! Sendo poucos convidados parentes dele, abriu-se a possibilidade, leia-se vagas na festa, de convidar todos, eu disse TODOS seus colegas de trabalho! Estes somaram umas 60 pessoas, mas foram convidados por serem uma equipe bem próxima, pessoas muito legais, que estendem a amizade além do trabalho. Vale salientar que foram as pessoas que mais curtiram e mais nos felicitaram pelo grande dia!! Senti que aquelas vibrações foram positivas e verdadeiras ao contrário de alguns parentes muitas vezes invejosos, desejando que eu tropessasse e me esburrachasse no chão, ou que tudo desse errado!!
    No fim a lista fechou em 200 convidados, presentes foram 190!
    Muitas vezes vale mais a pena convidar um amigo, que queira bem os noivos, do que parentes que estão nem aí por simples formalidade!

  26. Fernanda, disse:

    Gente, minha familia vive fazendo e indo em festas, meus pais tem zilhoes de amigos e por eles a festa teria mais de 500 convidados!!!!
    O grande SEGREDOOO para quem quer cortar e nao sabe como fazer isso em relacao a familia eh JA DE INICIO ARRUMAR UM SALAO QUE NAO CABE MUITOS CONVIDADOS. Eu e meu noivo pagamos por um lugar que permite no maximo 300 convidados, com isso agora os pais estao realmente diminuindo a lista, de tal maneira que se o salao fosse maior, eles nao diminuiriam nunca 😉
    Por fim, estamos enviando convites pra 340 pessoas essa semana, ja sabendo que uma parte nao vai, e assim a festa ficara confortavel la….
    Uma dica x

  27. Daniela, disse:

    Nossa Fê, que grande coincidência esse post!!!
    Ontem mesmo eu estava fazendo cortes na lista e hoje eu e meu noivo vamos sentar pra ver isso novamente.
    Amanhã vai sair a amostra dos convites e precisamos encomendar a qtdade a ser impressa. Nossa lista, que era pra ter, no máximo, 500 convidados (apesar de eu querer um casamento menor, mas nossas famílias são mto grandes) já está em 600.
    Bom, no meu caso eu estou fazendo da seguinte maneira: família – somente os tios e os primos mais chegados (e isso já dá mta gente); amigos – somente os que tenho contato neste último ano, que conhecem o noivo tb, que convidaram p/ casamento no ano passado; trabalho – como saí do escritório onde trabalhei 5 anos, vou convidar apenas os que criei laços de amizade e no atual local de trabalho somente os que tenho mais contato. Meus pais vão convidar alguns amigos e parentes que eu conheço, mas não é mta gente.
    O problema maior é a lista do noivo…. ele é uma pessoa pública, assim como o pai dele, e conhece mta gente, além de ter uma família imensa (maior que a minha). Estamos conversando sobre os cortes da parte dele, mas creio que ele vá fazer pois já viu o tamanho do rombo no orçamento que é uma lista de convidados extensa demais.
    Vou imprimir as tuas dicas e mostrar pra ele hoje à noite.
    Valeu pela ajuda tão apropriada para o momento.
    Dani.

  28. Daniela, disse:

    Acabei de ler o comentário da Renata e adorei!
    Concordo plenamente contigo… também não tenho problema nenhum para cortar pessoas, inclusive parentes. Entendo que o nosso casamento é um momento que deve ser compartilhado com pessoas que amamos e que temos certeza que vibram e se emocionam com o nosso momento. Por mim faria um casamento pra 200 pessoas e gastaria dinheiro fazendo todas as surpresinhas e mimos que tenho vontade de fazer… mas não vou casar sozinha e preciso respeitar a vontade do meu noivo, que não é um deputado (rsrs), mas era assessor de um e agora exerce um cargo público aqui no nosso município, além de ser uma pessoa muito querida não só na cidade como em toda região…. Mas tenho certeza que chegaremos em um denominador comum, pois ele é uma pessoa bastante sensata e já tomou um susto com o valor de um casamento pra 500 pessoas.

  29. Aline Gadioli, disse:

    Nossa!
    Realmente a lista ´dá um stress danado!
    Fechei o Buffet para 200 pessoas, mas já estamos nos 300 convidados!
    A minha dúvida também é em relação à empresa, trabalho num departamento com 15 pessoas, das quais tenho mais intimidade com 8, como faço? E o chefe? É preciso convidar? Ai meu Deus!!!!

  30. Ana Bretas, disse:

    Oie Fernanda!!!
    Adorei a idéia das perguntinhas de corte!
    Quando começamos a fazer a lista ficamos tão confusos e com vontade de convidar todos que esquecemos de detalhes super importantes como esses que as perguntinhas envolvem!
    Grande idéia!
    Beijinhos

  31. Jéssica, disse:

    Olá meninas!
    Esta semana é o meu casamento, que a princípio era para 250 pessoas e virou para 400. A (minha) família é grande, muitos colegas de trabalho (do noivo), sogros convidando gente q nunca vi e querendo chamar mais gente, gente se oferecendo para ser convidada. E mais, meu lindo convitinho está na parede do refeitório da empresa da família, para todos os funcionários (uns 100)!
    Detalhe: o salão comporta até 400 pessoas.
    #toperdida

  32. Roseli, disse:

    PARA VIVIZINHA

    Então temos algo em comum: Noivo com muitos parentes!!! rs
    à princípio a prioridade da lista eram apenas “família e amigos íntimos” e eu pensei q não fosse chegar a 100. Mas não imaginei q na lista do noivo os parentes “lá de num sei a onde” estavam incluídos no tópico família! primos e agregados, gente indiferente q na minha opinião não fazem falta nenhuma!!!
    Resumindo: 70% da lista são convidados dele! pq eu levei à sério o critério de amigos e família e nem vou convidar meus parentes q moram em outras localidades, até pq se convidasse o limite do meu orçamento estouraria!!!

  33. Gislaine Coradin, disse:

    Oi, ontem eu comentei que também decidi fazer meu casamento para 30 pessoas.
    A decisão foi tomada depois que um dia resolvi fazer a minha lista de amigos e parentes chegou a 100, isso que não coloquei nem um primo, só mesmo os meus tios; agora imagine eu convidar meus tios e eles não levarem seu filhos, ou então tenho primos que casaram e me convidaram.. ficaria chato chamar um e deixar outro de fora, e meu namorado nem tinha colocado parentes dele ainda.
    Cheguei e falei pro meu namorado e nós decidimos chamar só os de casa: pais, irmãos, cunhados e avós.
    Comuniquei meus pais que a princípio não gostaram muio da ideia, mas disse que era isso o que podia fazer, não posso fazer uma festona e não queria deixar gente de fora. Desse jeito eles concordaram.
    Por que se convida um tem que convidar todos, e se não convidar ninguém tem o porquê reclamar.
    Beijo ~

  34. Érika Sousa Vieira de Castro, disse:

    Adorei a dica Fernanda! Quanto a montagem da lista de convidados, acho que é assim mesmo que devemos fazer, sem pesares e olhares para trás. Convidar “amigos” por medo de eles se sentirem rejeitados e ficarem com raiva, não tá com nada! Primeiro, vc pode até considerar estas pessoas que ficaram de fora da lista, mas se fosse tanto amigo assim, seria um dos primeiros nomes da lista. E segundo, se ficarmos com “dó” por não convidá-los, o casamento deixará de ter a nossa cara: com as pessoas que realmente queremos que estejam(amamos), uma recepção mais intimista, com cara de mini wedding e etc.

    Adoro suas postagens!!! Eu aprendo muito aqui sobre os assuntos casamentícios.
    Beijocas! :o)

  35. Renata Cruz, disse:

    Fê, amei o post!!!
    Quando sentamos para esboçar a lista, já sabia que seria um stress total, então procurei ficar bem calminha para nada atrapalhar o clima tão gostoso dos preparativos! Isso foi um ponto fundamental: me preparei psicologicamente! rs
    Quando começamos a montar nossa lista, fizemos exatamente perguntas parecidas com as do post, o que também ajudou bastante.
    Colocamos apenas alguns amigos de nossos pais! Até ai tudo bem!
    A minha família é gigante, a dele nem tanto e ele acha que a lista tem que ser dividida ao meio! Aff…
    Mas, com jeitinho darei um jeito de tirar essa idéia maluca da cabeça dele e chegaremos aos 300 convidados! rs
    o problema maior é que tenho um sogro maluco, rs. Ele sempre fala que não precisa convidar uns e outros e na hora sai convidando todo mundo.
    Para terem uma idéia, preparei toda a festa surpresa de 50 anos da minha sogra, que aconteceu em novembro/2010. Ele além de ter convidado um monte de gente informalmente (de boca mesmo), não avisou esses que a festa era temática, traje anos 60 “obrigatório”. Resultado: fui chamada na portaria (inúmeras vezes) para liberar a entrada de pessoas sem convites. E essas ficaram super desconfortáveis por não estarem caracterizadas! O menos pior de tudo é que ele deixou de entregar alguns convites (só fez besteira), com isso não extrapolamos tanto com o buffet.
    Só de pensar me dá arrepios! rsrs
    Bjokas…

  36. Dalila, disse:

    E ainda tem aquela outra pergunta: Vc acha que em 5 anos vai continuar sendo amiga dessa pessoa?

  37. Lívia, disse:

    Ai, gente, é difícil mesmo! Tem que priorizar, eu acho. No meu casório, priorizei a família (que é mineira, graaaande). Como não ia ser do tipo balada, a cara era mesmo de um casamento família, e convidamos todos os tios e primos, mesmo os que moram longe. Mas, no meio do caminho, eu já fazia a conta sabendo quais deles não viriam. Deixei amigos com quem tinha perdido o contato de lado. Uma pena, porque dois anos depois, hoje, já voltamos a ter contato, e tenho certeza que eles dariam ótimas vibrações ao dia. Mas agora, podemos aproveitar a casa nova e criar novas oportunidades de convívio, fazer o que?! Teve amigo que não foi convidado (porque entrou nos cortes) e telefonou de véspera pra dizer que ia. E, sinceramente, fiquei feliz, porque ele estava fazendo questão. Como deixei amigos de lado, e fomos nós que pagamos a festa, deixei meus pais convidarem os amigos deles que eu conhecia; então, faziam sentido na história da família. Teve uma chiadeira inicial, mas depois passou.

  38. Ana Paula, disse:

    Poxa, mas e a família? Onde fica nesta lista? Alguns não se mantém tanto contato, mas ainda assim são primos, tios e pertencem a um grupo ligado a você. Só isso me deixou confusa, mas adorei o post.

  39. Jackie, disse:

    Critério: se fosse meu niver e eu fosse comemorar em um barzinho, com cada um paga o seu e convite coletivo por email, eu convidaria? Não, então never que vou convidar pro meu casamento né?

  40. Raiza, disse:

    Olá meninas, me caso em setembro, e essa semana mesmo fiz uns cortes na minha lista, de 140 consegui reduzir para 120 convidados. Tirei parentes que não vejo a muito tempo, amigas que não mandam sequer um e-mail pra saber como estou, eu acho que não fica chato não, afinal são mtos gastos e as pessoas tem q entender…
    Um beijo a todas…

  41. Denise Silva, disse:

    Se eu fosse seguir essas regrinhas, ia ser só eu o noivo, padrinhos e pais! rs

    Sem condições de não chamar todos os tios, tias, primos, e familia distantes que os papais e mamães adoram convidar rs

  42. Mariana, disse:

    Nossa lista tem 80 convidados, foi bem dificil chegar a esse número mas conseguimos =)
    minha família é enorme e tem um monte de gente que se ofende antes mesmo de saber se vai ser convidado ou não, mas decidimos que teria que ser assim, principalmente pelo orçamento. No fim percebemos que as pessoas que realmente se importam estão na lista e as outras tem que entender (aposto que se fosse “cada um paga a sua” não iam brigar para serem convidados).

  43. Elenir Bernal, disse:

    Pra falar a verdade tem pessoas da minha propria familia que eu não estou convidando. Depois que meus pais faleceram tem tia minha que nem ligar para saber se estou viva liga, então por que vou ter a consideração de convidar eles para o meu casamento? Igual ja comentaram, casamento não é um evento social para promoção de algum produto, é um momento unico, especial que vc quer comemorar e dividir com as pessoas que vc ama e pronto. O resto é resto!

  44. Fef's, disse:

    Fê!!!!
    Post caiu direitinho sobre a minha angústia desta semana: colegas de trabalho!!!
    De vez em qdo faço igual a Renata disse (otimo comentário!), penso em convidar so os amigos do rabalho, mas ai vem o contato com um e outro e me embanano de novo… rs
    E familiares?! Dificil, pq tenho contato com muitos, apesar de não fazer tanta questão… :0
    bjos

  45. Fernanda, disse:

    Concordo de verdade que nao tem que convidar tudo quanto eh parente….Mas por outro lado tem parentes que nunca vemos e para nossos pais ve-los reunidos num momento tao importante eh especial demais. Casamento grande acaba unindo uma familia que a muito tempo nao se via, e isso eh muito lindo!
    Minha mae esta encantada que as primas dela vem para o meu casamento, uma emocao soh (embora eu mesma nao conheca a tais primas, acho que pela amizade de infancia com minha mae, teem um lugar reservado la)

  46. Luciana, disse:

    Nossa, foi realmente muita coincidência Fer. Sempre me identifico com seus posts….
    No fim de semana briguei com minha mãe e até chorei por deixá-la chateada….É que eu pedi para ela reduzir a quantidade de amigas dela no meu casamento que estava ultrapassando em mais de 100 pessoas a lista…eu disse que gostaria que ela convidasse apenas pessoas queridas mesmo!!! Vou enviar o post para ela ler…E como os comentários anteriores, tenho dúvidas em relação aos amigos do trabalho? Há alguma regra?
    obrigada por sempre ajudar….
    bjs

  47. Clarissa, disse:

    Fê, adorei o post, mas acho que essas perguntas não se aplicam muito para os colegas de trabalho….essa é minha maior dificuldade, porque apesar de não virem até a minha casa, gosto muito deles e passo mais tempo com eles do que com qualquer outra pessoa.

    Você tem alguma dica para esses casos?
    Beijos
    Clarissa.

  48. Luane Pacheco, disse:

    Sim, a lista é um problema…

    Eu consegui resolver a situação em questão a familia, pensei justamente que não precisava convidar um monte de primos que eu nem sei mais nada sobre eles… convidarei somente os tios (e olha lá…rs)

    O Grande X da questão é em relação ao meu trabalho, todos sabem que eu irei casar, e ficam perguntando… insinuando querer ir, dizendo que farão cha de panela ( eu disse que não quero, pois é muita cara de pau aceitar presentes, se não poderei convida-los)
    Trabalho em uma escola (muitos funcionarios, desde professores á merendeiras). Irei convidar somente a diretora(sim, politica) e quatro pessoas que gosto de lá ( se for casada com o esposo, nada de filhos… quem for solteira, convite só para ela). Os demais irei entregar somente um bem casado antes… e um cartãozinho que gostaria de todos juntos, mas que a festa sera simplesmente pessoal e para 120 pessoas…

    Difícil? Sim… medo de ser desagradável… mas eu pensei da seguinte forma… quando o filho de uma colega faz uma festa (digo um aninho com festão), não sou convidada… pq me sentiria obrigada a convidar para meu casamento? Sou convidada para as festas na casa dessa pessoa? Não… então não tenho obrigação de fazer o mesmo. Algumas pessoas quando digo que serão somente poucas pessoas me olhando com aquele rostinho de “fui excluido”… mas deixo claro que é somente para os proximos…

  49. Amanda Soeira, disse:

    Eita, assunto complicado!
    Sou de familia grande e o noivo tem uma familia bem pequena. Quando começamos os preparativos para o nosso casamento pensamos em convidar 300 a 350 pessoas mas, ao orçar e ver preços dimunuimos a lista para 220 convidados. O noivo quer aumentar e eu quero diminuir a lista.. quero algo mais intimo.. mais caloroso…
    Mas, adorei as dicas e irei aplicá-las…

    Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

As noveleiras de plantão devem ter visto o capítulo de sexta passada da novela Insensato Coração, quando o personagem Pedro termina o noivado com a Luciana a poucos dias do casamento. O assunto é triste e não acontece só em novela. O post de hoje é para todas nós ajudarmos nossa amiga “Mel” (inventei um nome fictício!!). Mel é leitora do blog, daquelas que já leram todos os posts, faz comentários e visita todos os dias. Ela já tinha tudo encaminhando para o casamento: igreja, buffet, foto e vídeo, cerimonial e decoração. Ontem recebi um e-mail dela, o noivado acabou. Ela está sem rumo e pediu nossa ajuda. Ela quer uma palavra, algum conselho. O que vocês fariam? O que vocês falariam para uma amiga de vocês que estivesse passando por isso?

Para Mel: Chore, chore muito. Chorar lava a alma. Chorar faz bem, coloca toda a tristeza para fora. Não vale a pena ficar sofrendo por dentro. Mas coloque um prazo de validade. Sim, tem que ter prazo pra gente sofrer e depois poder tocar a vida pra frente e tratar de ser feliz. Eu sei que é fácil falar e difícil fazer, com certeza eu choraria muito, faltaria no meu trabalho e não iria querer falar com ninguém por uma semana. Mas depois desse prazo, iria em busca da minha felicidade. Tem que pensar que nada acontece por acaso, e que se acabou, talvez seja melhor assim antes do casamento do que casar e ser um casal infeliz que vive brigando e ter que se separar em pouco tempo. Isso que aconteceu com você já aconteceu com muitas pessoas. E sabe o que aconteceu depois? O tempo passou, essas pessoas ficaram mais amadurecidas e começaram outros relacionamentos muito mais fortes e felizes.  Um dia isso tudo será página virada da sua vida. Mas por enquanto, chore tudo o que tem que chorar e depois investa naquelas pequenas doses de felicidade que fazem o nosso dia melhor… Que tal aula de cupcake? Mudar o corte de cabelo (toda mulher faz essa né?)! Entrar numa academia! Seja lá o que for, você vai dar a volta por cima, porque nós mulheres somos fortes e sabemos correr atrás da felicidade. 😉

converse com a gente
 0             0})
DEIXE SEU comentário
340 Comentários
  1. AnaCarolina, disse:

    Bom dia Fer!!

    Para a Mel: eu não te conheço, mas não é preciso conhecer para tentar avaliar como o seu sofrimento é grande, mas tenha em mente as palavras da Fernanda neste post para vc e saiba que dia após dia a dor irá diminuir e qdo vc se der conta, tudo já terá passado e será passado para vc.
    Não será fácil, mas vc não está sozinha. Tem a todas nós.
    Que vc se sinta acolhida agora e que seu coração seja reconfortado.
    Lembre-se que Jesus te ama imensamente e Ele está ao seu lado agora.

    Com carinho

  2. Elaine, disse:

    😉 É super válida a dica!!! ” coloque um prazo de validade para o sofrimento” Não é nada legal ficar construindo, com tijolinhos dia por dia uma “parede” de sofrimento.

  3. Danielle Hot, disse:

    Mel, sei exatamente o que vc está sentindo. Em 2007, há 3 meses do casamento, meu ex noivo terminou tudo comigo. Fiquei sem rumo, quis morrer, chorei muito, achei que minha vida tinha acabado…

    Mas nada melhor que o tempo! Demora, o sofrimento parece que nunca vai ter fim, mas te digo com a autoridade de quem viveu o que vc está vivendo: o sofrimento acaba!

    A vida vai continuar, e vc vai ser feliz sim! Por isso, dê-se o direito de sofrer, de chorar, de vivenciar o luto. E depois que passar, a sua vida vai voltando ao normal, devagarzinho, pouco a pouco, até que um belo dia vc vai olhar para trás e sentir que precisava passar por isso e ter a certeza de que foi melhor para vc! Deus te abençoe!

  4. Emanuele, disse:

    Oi Mel,

    Tudo na vida é propósito de Deus, nada acontece por acaso. Então, se não deu certo é porque Deus tem algo melhor para você! Talvez essa união fosse te causar algum sofrimento…
    Vai dar td certo!
    Bjus

  5. Rafaela Fabro, disse:

    “Mel”.
    Devo dizer que sou uma pessoa de muita fé, acredito em Deus com todas as minhas forças, e na minha opinião, se Ele fez com que vc não se casasse(sim, esse idiota que fez isso com vc não tem poder nenhum!), era pq tem algo maravilhoso reservado para vc futuramente! Porém, querer se matar, achar que o erro está em vc, e ficar com vergonha de ter tudo planejado e acabar de vez não irá trazer um futuro lindo: VOCÊ PRECISA BUSCAR ISSO! É claro que Deus mostra o caminho…mas ele não irá caminhar pra vc! Vá à luta, lute por vc mesma! Invista em vc, seja egoísta e busque sua felicidade em vc mesma, e não nos outros. Será difícil? Muitíssimo! Como a Fê disse: chore, chore muito! Se não aguentar, peça uns dias de folga no trabalho…mas uma hora isso tem que acabar, e a vida deve seguir! Vc não pode deixar de curtir a vida que é tão curta, pq um relacionamento não deu certo! E vc não é a única e nem será a última! Acredite, sei do que estou falando…a dor passa. Devagarinho, mas passa. E você vai ver que vc será ainda mais forte, e vai aprender a se amar como jamais se amou antes!
    Querida…estou com eu coração partido com a sua história, porém, a minha tbm não teve um final feliz…ou teve? Pensaremos sempre pelo lado positivo..se não deu certo, é pq não era pra ser!
    Caso queira mais alguém para desabafar: rafaelafabro@hotmail.com

    Um grande beijo! (espero ter ajudado!)

  6. Juliana Matoso, disse:

    Olá, Mel!

    Quero apenas repetir o que a Fê falou… chore, chore, chore muito, mas coloque um tempo de validade para seu choro e sofrimento, pois não há mal que dure para sempre!!! Logo, logo entenderá o propósito disto tudo. Quando sofremos nos tornamos pessoas ainda mais fortes! Ninguém sobe no pódio do triunfo sem antes descer a arena da tribulação! Tudo isto irá passar e encontrarás novamente a felicidade!!!

    Bjos!!!

    Juliana

  7. Natalye, disse:

    Olá Fê e Mel,

    Acho que o que a Fê disse é verdade! Coloque toda sua tristeza para fora, faz muito mal ficar guardando sentimentos ruins dentro de você! Mas depois de um prazo (que vai depender muito de você) tente retomar sua vida. Busque algo novo pra você, se prenda a alguma coisa que você realmente goste, seja um esporte, uma aula de trabalho manual…não importa! Mantenha sempre na sua cabeça que as coisas não acontecem por acaso! Se vocês tiverem que reatar, assim será, porém sempre pense que surpresas estão guardadas pra você!

    Não desanime nunca!

    Bjks

  8. Gracielle, disse:

    Oi, Mel!

    Querida, depois de tantas palavras lindas escritas aqui, por pessoas muito especiais, queria te dizer que você está nas minhas orações e que tenho certeza que Deus te dará força para vencer esse momento tão dificil, se agarre a ELE com todas as suas forças pois somente Deus pode fazer com que o barco não naufrague.

    Força amiga e conte comigo.
    Beijos
    Gra

  9. Tamara, disse:

    Mel, sinto muito pelo ocorrido e desejo que tudo passse rápido, que vc consiga se libertar de tudo com serenidade e garra. Eu já passei por algo parecido, então te aconselho a se dedicar a vc e a sua família, invista nessa relação e verá que com o apoio deles, tudo fica mais fácil e leve de lidar ok, bjus e fique com Deus.

  10. , disse:

    Mel…

    Como as coisas são gozadas. Hoje de manhã estava tomando banho e pensando nisso: meu Deus, será que alguém termina mesmo tudo assim, antes de um casamento?
    Aí me lembrei de uma amiga que me contou um caso assim. E de outra que largou um noivo às vésperas do casamento. E depois lembrei que estava vendo a novela e comentando com a Fê Floret pelo Twitter o quanto deve ser triste.
    Aí chego no trabalho, e quando dá uma folguinha corro pra ver as atualizações. E dou de cara com isso.

    Sabe, eu falaria o mesmo que a Fê: chore mesmo. Chore, se descabele, grite, xingue, enlouqueça mesmo. Mas volte. E logo.
    Nunca perca de vista que TUDO, absolutamente TUDO nessa vida acontece por uma razão.
    Sei que com certeza essa pessoa era o grande amor da sua vida (caso contrário vc não estaria se casando, né?), mas pense que ele não estava na mesma sintonia. E para quê queremos alguém ao lado que não esteja na mesma sintonia que nós, hein?

    É difícil, doído. A dor chega a ser física. Acredite-me: sei o que você está sentindo.
    Eu sei e muitas outras meninas (e meninos também) sabem.

    Mas não podemos perder nunca o foco de que o amor é algo doce, sereno, amigo. É algo que nos dá segurança.

    Eu costumo dizer (e ouvir dos outros, qdo me esqueço) que Deus não nos dá a cruz maior do que podemos carregar.
    Acho que é bem por aí mesmo. Se aconteceu tudo o que aconteceu, tenho certeza de que é pq você é uma garota forte, corajosa!

    Mel, muitas coisas ruins aconteceram na minha vida. Muitas mesmo, daquelas que deixam marcas profundas numa pessoa, e na época chorei muito e não entendia o porque de tanto sofrimento.
    Mas vendo hoje a minha felicidade e a pessoa maravilhosa que surgiu em minha vida, entendo que valeu a pena passar por tudo.

    Mesmo tentando ser forte pra você, confesso que estou chorando no trabalho… imagine o que os hóspedes estão pensando ao verem a recepcionista chorando!

    De coração, vou rezar por você para que seu coração encontre a calma e a paz o quanto antes.
    E acredite em toda essa corrente de internet que você encontrará aqui!
    Foram essas meninas que salvaram meu coração quando precisei.

    Um beijo grande e um abraço de urso.

  11. Carla Vila Verde I www.DiadeSaltoAlto.com, disse:

    Mel, imagino que a situação não é fácil. Mas aproveite esse momento e invista esse tempo em vc. Procure se redescobrir, se dar mais atenção, se amar, se valorizar! Se olhe no espelho e veja quem vc é, do que gosta. Procure estar com os amigos. Faça a viagem que sempre sonhou. Coma o chocolate que estava fora do cardápio. Não poupe com você mesma. Abarrote sua vida de mimos deliciosos. Por outro lado, (quando se sentir um pouquinho melhor), fazer algum trabalho voluntário ou ajudar alguém que precisa mais do que a gente também faz muito bem.

    Mel, querida, força na peruca! Desde já te mando boas energias.

    Beijos,
    Carla

  12. luiza, disse:

    mel,
    acredito que a dor que voce está sentindo agora seja passageira…. com certeza se isso aconteceu é porque este “homem” que voce chamava de noivo nao gostava verdadeiramente de voce e tem aí do seu lado um homem maravilhoso, cheio de vida e doidinho pra te amar e te fazer feliz que voce ainda nem viu!!! infelizmente alguns detalhes terao de ser revistos, mas são DETALHES!!! voce tem é que viver um dia de cada vez e deixar o passado pra tras!
    torço pra voce encontrar loguinho seu true love e viver o seu feliz pra sempre!!! Fique em paz!

    bjk

    Luiza

  13. Mariana, disse:

    Mel,

    acho que não existe uma mulher que leu o que aconteceu com vc e quis te dar um abraço!!!!!!!!!!!!! Te consolar…….mas como Fernanda falou…..não se permita sofrer por mto tempo, não se permita a ficar mais triste, pois VC não merece……ning merece!!!!
    Posso falar uma coisa….só de vc pedir ajuda já mostra o qnto vc é FORTE e vai sair dessa, então reze mto, pois Deus não deixa nada fora do lugar e logo mais vc vai enteder td isso….quem sabe o seu príncipe já não está a caminho?!!!!
    Forçaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!
    bjos

  14. Mariana, disse:

    Mel,
    Acredito que muitas de nós já passamos por algo parecido, talvez em intensidade diferente, parece que estamos sem chão, que nunca mais seremos felizes, mas isso não é verdade! Tudo em nossa vida tem um propósito e todo propósito é para o nosso crescimento, para o nosso bem. Não vou xingar ou falar mal do seu ex-noivo, porque comigo aconteceu algo parecido, ficamos quase 2 anos separados e mais tarde, mais maduros e seguros entendemos que nos amávamos, pedimos perdão e nos perdoamos mutuamente (pois os dois erraram) e hoje estamos nos preparando para casar. Não digo que isso acontecerá com você, mas esteja certa que o melhor está por vir, sendo outra pessoa ou o mesmo (modificado, é claro, rs).
    Mas como todas disseram, chore muito agora, não guarde essa mágoa para você, perdoe (mesmo que ele não te peça perdão), quando temos uma mágoa de alguém, ficamos presos a esta pessoa, o perdão liberta e é isso que você mais vai precisar agora, liberdade para amar (você mesma e outras pessoas), se descobrir uma pessoa nova, diferente, melhor! Fique sempre próximo as pessoas que te amam de verdade, pais, irmãos, avós, amigos verdadeiros, eles te ajudarão muito também. E espere em Deus, Ele é soberano para fazer muito mais do que pensamos ou imaginamos, nem olhos virão ou ouvidos ouvirão o que Deus preparou para você!
    bjs

  15. Ana Paula Gonçalves, disse:

    Mel

    Passo todos os dias por aqui, mas nem sempre consigo comentar devido a correria, mas quando li sua história não pude deixar de dizer que desejo verdadeiramente que você encontre a calma para seu coração o mais breve possível e como diz o ditado: “Há males que vem para o bem”…não se esqueça disso.

    Um grande beijo!

  16. Helen, disse:

    Mel

    É verdade, acho que todas nós gostaríamos de t dar um abraço!
    E vc pode ter CERTEZA de uma coisa, TUDO O QUE ACONTECE NA NOSSA VIDA É O MELHOR, se isso aconteceu agora, é pq era o melhor, não é fácil entender no momento, mas como pessoa forte que é, um dia (mto em breve) entenderá isso, e todo o sofrimento vai passar. Agora é hora de investir em você, se permita! se puder, viaje (conheça lugares novos), faça novos amigos, como a fer falou, mude o corte do cabelo. E vida nova agora, não é bem do jeito que gostaria, mas tudo que é novo, sempre tem algo de bom!
    Bjos

  17. Sílvia Soares, disse:

    Mel, permita-se viver esse momento com o cuidado que ele requer. Chore bastante, perceba os seus sentimentos e dê ouvidos ao que o seu coração diz.
    Conheço um casal que tbm se separou à essa altura, porém, o amor deles foi mais forte e hoje vivem bem, felizes e com filhos lindos. Por isso, dê tempo ao tempo e não descuide de você. Porque a vida tem caminhos tortuosos mas você deve estar preparada e linda pra cada surpresa à espreita em cada uma de suas curvas.
    Felicidades!!
    Beijos!

  18. Julianna Basilio, disse:

    Acho que essa post foi p mim !!! rsrsrs

    A 4 semanas fui chamada para uma “conversa” onde o noivinho disse: “Nao dá mais… eu nao sei ao certo o que eu quero, preciso de um tempo para pensar e ficar sozinho” (precisou esperar 7 anos pra decidir isso??)
    Doeu muito, dói ainda… mas a vida continua.. estou investindo no meu trabalho, já viajei, já liguei para minhas amigas, recebi muitooo carinho através do Blog.

    Ah sim, fiquei mais loira (rsrs), passei a ficar mais horas na academia e me permitir fazer novos amigos !
    E acredito que o que tem que ser será… se for bom pra mim a gente volta, e se nao voltar é pq é o melhor pra mim também !!As coisas nao estao como eu gostaria que estivesse mas… viver novas experiências é gostoso ! Rsrsrs

    E é claro que eu NUNCA vou deixar de acompanhar este blog maravilhosoooo pq nao tenho mais um namorado ! Rsrsrs

    Beijosssssss

  19. Elaine Castro, disse:

    É, passei por isso. Tinha um relacionamento de três anos. Estava noiva há um ano e meio e com data para casar. Pagando a casa e vendo as coisas do casamento. Ele terminou comigo pela internet (ele morava em SP e eu, em Angra) e nunca mais foi a minha casa para dar satisfação de nada. Só nos vimos uma vezinha quando tive que ir à SP na Porto Seguro para passar para o nome dele o consórcio do imóvel que tinhamos adquirido. Foi um divórcio…rs
    Nossa, eu me lembro que eu deitava no colo da minha mãe e só gemia de tanta dor. Minha vida não tinha sentido sem ele…
    Mas pedi força a Deus e comecei a ver o livramento que Ele havia me dado quando tudo acabou. Deus tinha coisas melhores e maiores para minha vida. E eu, cega, querendo ver a minha vontade e o meu desejo, sofri muito mais tempo do que deveria e demorei muito para me livrar das lembranças que me perseguiam…
    Eu tentei me envolver com outras pessoas meses depois, mas não deu certo porque eu não soube esperar o tempo da cura de Deus. Eu procurava nessas pessoas características do meu ex! E aí, só me frustrava ainda mais. Foi bem complicado.
    Eu mudei o corte de cabelo, fiquei mais loira e depois completamente morena. Eu estava uma metamorfose ambulante. Queria me encontrar porque uma parte de mim havia ido com ele e eu precisava recuperá-la.
    A cura definitiva para todas as mágoas aconteceu quando eu entendi que precisava confessar para Deus onde foi o meu erro para que tudo desse errado. Mostrei pra Ele a minha dor… E falei que queria a vontade Dele pra minha vida e nunca mais queria a minha.
    O processo foi lento… eu tinha muitos sonhos com ele e foi jogando fora as cartas, apagando emails, jogando fora objetos que me faziam recordar dele, jogando fotos fora… até que a aliança de noivado ele pediu de volta! Meu pai não queria devolver (Ele que a arrancou do meu dedo, pq quando tudo acabou eu estava com vergonha das pessoas de dizer que acabou e não tirava a aliança, acreditaaaa?!). Meu pai dizia que ele tinha que ser homem para buscá-la de volta.
    ahahahahaahhaahah…
    Enfim, ele chegou a colocar a irmã dele no circuito, dizendo que ela ia casar e ele tinha dado a aliança de presente. Daí, na joalheria eles trocariam por um par novo.
    Orei e pedi a Deus direção para isso e aproveitei uma ida à SP para pedir ao meu pai para devolvê-la. Ele me autorizou e a entreguei para outra irmã dele que é minha amiga até hoje (ele tem três irmãs e apenas uma ficou minha amiga eternamente…rs).
    Só depois de uns meses eu soube que, na verdade, a aliança era pra ele e para a noiva dele, porque ele também iria casar e não queria contar… (nossa, essa notícia foi como um atropelamento pra mim… e, sim, ele é mão de vaca…)
    Foi ótimo saber disso… Fiquei tranquila depois quando pensei que ele estava feliz e me senti liberada para viver minha vida. Porque depois, eu soube que ele havia terminado comigo porque foi obrigado a isso. A mãe dele e a família havia pressionado e ele teve que fazer isso (ele tinha 18 anos qdo começamos a namorar… eu sou três anos mais velha… e acreditem! Essa diferença, nessa idade, faz DIFERENÇA na maturidade!).
    Ele teve que se acostumar a viver sem mim e sofreu muito por isso e por isso dizia que não me amava mais e por isso estava terminando, pois erramos muito juntos…
    Isso tudo eu sabia pela irmã dele que é minha amiga (ela até cantou no meu casamento!).
    Mas eu fiquei livre quando percebi que não podíamos nunca mais voltar. Não era a vontade de Deus e aceitei isso!
    Alguns meses depois, minha vida deu uma guinada. Comecei a trabalhar onde trabalho, atualmente, e conheci meu esposo.
    Nem imaginava que seria na minha própria cidade, que ele seria sete anos mais velho que eu, que não seria músico (eu só namorei músicos…rs), e que se tornaria a pessoa mais importante da minha vida e que me faria a mulher mais feliz do mundo!
    Eu agradeço a Deus por tudo que passei e entenda, Mel, vale a pena esperar. Isso vai passar. Foi um grande livramento e um tempo novo virá na sua vida.
    (Eu sei que esse comentário tá gigante, maior que o post, mas eu precisava contar isso para todas vocês!)

  20. Hérica, disse:

    Mel,

    Deus te conforte.
    Ele é ótimo nisso.
    Como a Fernanda disse: Chore, mas depois recomece.
    Cortar o cabelo e mudar a cor, faz muito bem mesmo….

    Bjus

  21. Say I do, disse:

    Mel,

    Eu sempre digo para as minhas amigas, “o que tiver que ser será!!” e que Deus faz o que é certo para nós…Também sei que falar é MUITO fácil e só quem tá passando de verdade sabe o qué é a dor e sofrimento… Mas olha, vai passar! Eu juro! E talvez daqui há pouco tempo vc esteja com outra pessoa que te mereça mais , ou volte para essa mesma que pode estar passando por uma fase de dúvidas….. É duro, mas a vida continua, vc tem milhares de pessoas ao seu redor que te amam e te apoiarão nessa fase! Vá viajar com as amigas! Com a sua mãe, sua irmã!!…. E pode ter certeza que o que é seu esta bem guardado!!!
    Força!!!

    Beijos

  22. Ludmilla, disse:

    O tempo é o mestre dos aprendizados. Da mesma forma que ele é cruel, ele também é a melhor coisa que existe. Cura tudo…pois tudo passa! A perda é uma das lições mais dolorosas que existe. Segundo o livro Os Segredos da Vida: ” a perda é um buraco no coraçãoo, mas é um buraco que desperta o amor e pode despertar o amor de outras pessoas por nós. Não existe crescimento sem perda” Você vai sair dessa!!!

  23. @lilibollero, disse:

    eu dou o conselho: desfaz os contratos, tenta recapturar algum dindin e vai viajar… no melhor estilho: comer, rezar e amar. vai por mim, nao tem nada que melhore mais a alma. =P

  24. Renata Monteiro, disse:

    “Mel”,

    “TODAS AS COISAS CONCORREM PARA O BEM”

    “ISSO TAMBÉM VAI PASSAR”

    Fica difícil escolher palavras para um consolo em momentos que nossa racionalidade não funciona tão bem. Que a espiritualidade lhe envolva com uma linda chuva de lírios brancos e que nelas você encontre vibrações de paz e amor, porque quando a noite cair e o dia aparecer novamente, pessoas estarão esperando suas ações, reações e seu sorriso! Isso vai passar, certamente vai doer, mas vai passar.

    Fique em paz.
    Um grande abraço!

  25. Andressa Menezes, disse:

    Bom dia Mel,

    nada melhor para curar nossas dores e sofrimentos do que o tempo, pode ter certeza que se o seu noivado acabou antes do grande dia é porque Deus esta reservando algo muito melhor na sua vida, por enquanto tente ocupar seu tempo e sua mente com as dicas que foram dadas acima. E daqui um tempo você estará rindo dessa situação.

    Beijos.

  26. Maite, disse:

    Oi fernanda
    Isso infelizmente aconteceu com uma amiga minha neste mes de dezembro de 2010 numa manha de 4º feira recebi um e-mail dizendo que o csamentoque se realizaria no sabado havia sido cancelado, sem coragem pra ligar pra ela e perguntar liguei no Buffet que confirmou e disse que os dois haviam terminado…Falei com ela ha umas dus semanas atras ela estava bem aparentemente mas eu nao quis qustionar nada so perguntei vc esta bem ? e ela respondeu Agora eu estou , entao eu disse a gente nunca sabe do que Deus nos livra …Parece tragico mas assim foi …
    Bjos

  27. Renata, disse:

    “Mel”, querida, a maioria do q eu poderia falar já foi dito.

    Posso apenas acrescentar um conselho mais “prático” p/ poupar vc de algumas dores-de-cabeça, procure terceirizar a tarefa de cancelar contratos e avisar as pessoas, deixe isso a cargo de alguém próximo, mãe, irmã, amiga, pois parece bobagem numa hora como essa mas essas coisinhas “burocráticas” podem acabar consumindo mt energia sua e te expondo mais do q o necessário.

    De resto, evite os sentimentos d vergonha ou culpa, q eu sei q aparecem nessas horas, pois já aconteceu com uma conhecida…é uma expressão lugar comum mas vc não é a primeira nem a última menina q vai passar por isso.

    Essa minha conhecida, por exemplo, tava organizando um destinattion wedding e uma semana antes tudo acabou…ela desesperou, claro, se sentiu envergonhada e humilhada d cancelar tudo (o q não deve acontecer…quem t ama não vai tripudiar ou fazer piada da situação…vai verdadeiramente torcer por vc e t apoiar)…os meses passaram, o coração dela se acalmou e hj em dia ela está ótima e tds conseguimos perceber hj q foi mt melhor assim.

    Estou torcendo por você! Procure não perder a cabeça e se martirizar demais, viu? Tenho certeza q esse furacão vai passar e você será muito feliz!

    :******** beijão!

  28. Fabiane, disse:

    Mel,

    Grande parte do que a Fê escreveu eu falei para uma amiga minha…
    Aconteceu com ela a mais de 2 anos, demorou, mas ela superou…tanto que sabe oque ela faz hj? organiza casamentos! hehehe e é muito feliz com a pessoa certa pra ela!
    Todas as meninas que te escreveram estão certas, algumas são exemplo. Acredite na força maior do mundo, não era pra ser. Você merece coisa melhor.
    Chorar faz bem. Voltar a sorrir mais ainda!

    Força gatinha!

  29. Nina, disse:

    Muito difícil oferecer palavras de conforto em um momento tão difícil quanto este.
    Mas eu digo: siga em frente, e a força que você busca, por incrível que pareça, está dentro de você.
    Abraço enorme!

  30. Larissa, disse:

    Nosssa, muito complicado falar, o que posso dizer é que na vida da gente tudo passa, as coisas boas e as coisas ruins, a gente tem que acordar e agradecer o dia que esta por vir, mas com a certeza de q ele tbm vai terminar, tudo q vc esta passando, essa dor, essa tristeza, essa angustia, essa sensação de que uma pessoa q vc conviveu tanto tempo foi cruel, enfim essa magoa toda, passa…
    “No fim tuo da certo, se nao deu é pq ainda nao chegou ao fim”. Deus fecha uma porta e abre outra gigante, o que ele prepara pra vc é enorme, nao tem tamanho! Tenho certeza absoluta q vc ainda vai ser muito feliz e q isso é uma fase q vc tem q passar, aprender com ela, superar ela e daqui a pouco (depois que vc sofrer tudo que tem pra sofrer e dar um basta) deixar ela ir embora! Supere pq vc pode! Bjs

  31. samara, disse:

    Como psicóloga te digo… chore o que tem que chorar. A vida segue. Permita-se sofrer. Faça terapia, se puder, vai ajudar muito. Depois a vida se encarregará de cuidar de você e de te fazer crescer muito com o ocorrido e entender que tinha outro final, um final muito melhor. E que você será uma pessoa melhor quando se levantar. Conheço (como pode imaginar) algumas pessoas que já passaram por isso ou algo similar. TODAS elas tiveram uma surpresa adiante, uma vida muito feliz, e o melhor, puderam valorizar e reconhecer isso. Isso não tem preço. Voce verá que valeu a pena.

  32. Ana Hoffmann, disse:

    Amada Mel:

    Minha flor, a vida é feita de altos e baixos. E nem sempre os baixos são ruins.

    A primeira vista, o “baixo” é péssimo, devastador, triste, um vácuo, uma lacuna, uma dor imensa… E o “alto”…ahhh… o alto é ótimo! Alegria, um frio gostosinho na barriga, felicidade, nervosinho com as mãos de tamanha alegria, mas será que todo dia, vai ser sempre assim? Altos e baixos? Sim e não?
    Porque nunca contamos com o meio, com o talvez?

    Talvez, se esse relacionamento continuasse você seria feliz?
    Talvez, se esse homem vivesse com você sem te amar como você merece, você seria feliz?
    Talvez, se ele não tivesse terminado com você a beira do altar, mas depois de anos de casados com filhos, você ficaria mais feliz?
    Talvez, se ele voltasse e tudo tomasse o seu rumo, você seria feliz?

    Sabe flor, é dificil, mas precisamos viver um dia de cada vez. Caminhar para frente é preciso, mesmo que sem ânimo, caminhar é preciso! Se permitir viver além… viver coisas diferentes. Amar alguém especial talvez deixada um pouco de lado por conta desse relacionamento, digo, amar VOCÊ!

    O mundo continua girando, as coisas acontecendo e parada você não pode ficar!

    Quando paramos de andar é quando achamos que o mundo ali acabou. Mas será que acabou ou está só começando?

    Lindona, um dia você descobre que o que te fazia sofrer por alguns dias, evitou que você sofresse por uma vida inteira.

    Um dia você descobre que tamanha felicidade era falsa e a queda mais tarde seria inevitavelmente maior.

    Um dia você descobre que ninguém é de ninguém e que abrir mão do que acha ser todo seu é muito difícil, mas não é impossível.

    Descobre que nada é tão certo que dure para sempre, mas que não é por isso que as coisas boas vividas devam ser esquecidas.

    E descobre que não é por isso que devemos parar de viver, de sonhar, de tentar reconstruir aquilo q foi tão devastado.

    Linda, não a conheço, mas espero muito que você ainda vai voltar aqui dizendo que está amando e prestes a realizar o seu sonho de noiva!!! Ahhhh vai!!!

    Beijos

    Conte com nossas vibrações positivas!!!

  33. Amanda Pessoa, disse:

    Mel tenha forças e se apegue a Deus, porque doi. Mas passa. Talvez eu não sej a melhor pessoa para dar conselhos para isso, porque ate hoje tento enfrentar o fim do meu relacionamento e não consigo esquecer. Mas nós conseguimos amenizar a dor e conviver com ela. Penso que tenho coisas mais importantes para resolver e tocar a vida como criar minha filha. Peça ajuda a Deus que ele saberá confortar seu coração.

  34. Patrícia yamamoto, disse:

    “Mel”, no início você vai sofrer e vai tentar achar um porque de tudo que você sonhava e construia ter acabado dessa maneira. Mas acredite, isso passa e quando passar você vai se sentir aliviada por ter recebido a chance de poder procurar o que realmente vai te fazer feliz. Muitas não tem essa chance e o que aconselho de coração é que você se mime, se agrade, que descubra em você coisas novas e como disse a Fê que procure fazer o que gosta porque se amando é que você vai poder fortalecer o seu coração.
    Força e fique com Deus!!!
    Beijinhos.

  35. Katia, disse:

    Querida Mel! Passei pela mesma situação, então te compreendo perfeitamente! Oito anos de namoro, dois anos de noivado, um ano morando juntos, todos os serviços do casamento reservados, vestido de noiva na última prova, tudo certo, nenhum um sinal de ter alguma coisa errada…Até que na hora de encomendar os convites aquele rato covarde vem e me diz que não tem mais “vontade” de casar! Sem explicações, pediu que eu saisse do apartamento que era da mãe dele, mas reformado por mim! De uma hora para outra fiquei sem nada, sem rumo, sem casa, sem o meu cachorro que eu não tinha para onde levar…
    Tão covarde ele foi que nem para desmarcar os serviços do casamento, tive que fazer com o auxílio da minha mãe!
    Tão covarde que nem se despediu quando eu sai de casa, depois de mais de dez anos!
    Eu só conseguia chorar o dia todo, parecia que eu nunca ia compreender como poderia ter me iludido tanto! E a vergonha, todos já sabiam do casamento!
    Só o que você pode fazer agora minha amiga, é chorar mesmo, é trabalhar isso dentro de você, e uma hora você vai ver com clareza que um homem tão baixo, tão pequeno, não merece você. Quando você entender tudo isso, e se abrir de fato para novas experiências, elas acontecerão, e você vai conhecer alguém com quem vai valer a pena construir uma família. Como aconteceu comigo, que me casarei com um homem de verdade em abril!
    Porque casamento é muito mais que uma cerimônia, envolve momentos difíceis que todo casal passa, financeiros, familiares, com os filhos…e um homem covarde assim nunca poderia ser um apoio para você.
    Tudo passa, e eu posso garantir que essa tristeza sem fim vai passar também. Dê tempo ao tempo e não se force a nada, você precisa do seu tempo para trabalhar isso. Não importa o que os outros digam.
    Se precisar me mande um mail, adoraria poder conversar com você!
    E vou deixar um frase que me ajudou muito na época “às vezes, as bençãos de Deus chegam estilhaçando janelas”.
    Beijos,
    Kátia

  36. Gábi, disse:

    A dor deve ser imensa! E , como você disse, tem que chorar mesmo!..
    Mas depois…vá viajar! Pegue suas férias e faça uma viagem bem bacana…sozinha mesmo, pra pensar, refletir e conhecer pessoas novas! Dê essa oportunidade pra vc….permita que isso aconteça!

    Beijos,
    Gábi

  37. fabricia, disse:

    enquanto via a cena na novela, senti a maior angústia. Toda mulher, principalmente aquelas que já casaram, estão noivas, sentiram bem o que é isso. A importância disso para nós. E vou falar… achei aquela outra uma tremenda vaca…#prontofalei

  38. Juliana Pessoa, disse:

    Oi Mel,

    Não gosto de expor minha vida pessoal, mas como já vivi na pele o que você passando, não poderia deixar de deixar aqui a minha palavra de apoio.

    Só que no meu caso, eu era casada e estava a 10 anos com meu ex-marido.
    Em um domingo, quando ele chegou de viagem, tivemos uma pequena discussão e na segunda-feira, quando voltei do estúdio, ele tinha levado todas as coisas embora de casa.
    Sem direito a uma conversa, um bilhete … nada !

    Confesso que fiquei sem chão, sem entender. Totalmente perdida ! Cheguei até a me culpar e pensar onde EU poderia ter errado!

    Como no fim de semana seguinte, eu tinha casamento para fotografar e não poderia deixar o estudio sozinho, engoli tudo e continuei trabalhando.

    No casamento do final de semana seguinte a separação, tive certeza de q o padre estava falando aquelas palavras para mim. Me emocionei tanto, que tive que sair da cerimônia e deixar meu segundo fotografo cobrindo uma boa parte dela.

    Resumindo… Um ano depois, exatamente na data que ele saiu de casa, finalmente a ficha caiu e eu chorei tanto, tanto que nem conseguia me levantar do chão.
    O tempo foi o melhor remédio. Perdoei a mim e a ele !!!
    E o velho conselho da mamãe realmente funciona !
    dê tempo ao tempo … e se não foi, é porque não era para ser!

    Hj, conheci uma outra pessoa, sou muito mais feliz do que antes !

    tenho certeza q vc será tb… muito, muito, muito mais feliz do q era antes !

  39. Mariella, disse:

    Mel!!!!!!!!!!!!!!
    Se isso aconteceu agora, um pouco antes do casamento, pensa que foi melhor!!! Afinal de contas, ia ser um casamento sem amor, companheirismo,amizade, paixão, etc…ou seja, nem chegaria a ser um relacionamento!!! Só ia te fazer mal!!!
    Sofra o que você deve sofrer e bola pra frente!!!! A fila anda minha querida!! E com certeza o seu paceiro está em algum lugar te esperando, na hora certa vocês se encontrarão e você vai rir de tudo que está passando!!!
    bj e precisando estamos ai!!!!!

  40. Luciana Wanisangk, disse:

    Isso mesmo, chore muito mas por tempo limitado!
    E fique cercada por pessoas que te amam de verdade, como seus pais, seus amigos e Deus! Peça muita força a Ele e direção, diga tudo o que você está sentindo porque Ele se importa com cada coisa que acontece com vc!
    Muitos beijos, vou orar por você!

  41. Thaise, disse:

    Fê, vc é demais! Muito legal a sua ideia de ajudar uma ex-noiva. Parabéns!
    Mel, reitero tudo o que foi dito! Siga em frente! Deus está com vc!

  42. Melbrazil, disse:

    A Fê escolheu “MEL” pro pseudonome e este é meu apelido. O.o tenso ler tudo isso, mas acredito q meu momento de pranto já passou…

    Querida CHARÁ rsss, “Mel”, vou te contar pelo que passei: meu primeiro e grande amor, após 3 anos juntos, terminou comigo e hoje é casado c/ minha irmã mais velha.

    Conseguiu engolir? ainda vou escrever um livro “Cunhada do meu grande amor” para compartilhar com as insomáveis pessoas feridas emocionalmente como lidar com a dor, com a traição moral e emocional q é mt pior do que a traição fatídica; como levantar dps q praticamente nos sentimos enterrados vivos.

    É difícil!! mas é completamente POSSÍVEL. O que posso te adiantar de tudo que aprendi é que você vai vencer SOZINHA. É de dentro para fora! é sua pre-disposição de vencer, de acordar pra vida e de guardar o sonho na gavetinha para vivê-lo na hora certa (q é o TEMPO DE DEUS)

    Sabe, Mel, uma amiga minha me viu frustrada pq ñ tenho $$ p/fazer um casamento bonito (por isso sou leitora do http://casandosemgrana.com.br ) e ela me falou “mel, meu casamento foi lindo,gastamos mais de 30 mil, tive tudo q quis, foi como sonhei…mas de quê adianta se meu marido me largou 6 meses depois? Não dê valor a isso,peça a Deus um amor sincero,verdadeiro,constante pq é isso que realmente importa”.

    Estou noiva,Mel, mas oro a Deus “Senhor, melhor chorar agora do que chorar depois!” pois quero a vontade DELE nessa conquista,ñ quero relacionamentos errantes dps d tudo q passei. Etnão,entregue seu coração a Deus e deixe Ele gerenciar os fatos,confia nEle!! Ele pode te restaurar,te curar! e Ele tem um casamento LINDO, PERFEITO p/ vc! =) q vai ser mt bem amada, já consigo ver!

    Coloco essa oração sobre sua vida agora:

    “Pai amado do céu, obrigada pela VERDADE que LIBERTA nossas vidas e nossos corações. Console sua filha q tem sofrido, faça as mudanças q precisam ser feitas antes do casamento dela e realize a SUA vontade, pois o Senhor ensinou que tua vontade é boa, perfeita e agradável. Abra os olhos desse casal, livre ambos da inveja e das armadilhas malignas. Dê livramento, dê amor, ministre perdão e cura na alma, ao final Senhor, consolide o propósito que o Senhor tem, em toda sua soberania e oniciência, para a vida de “Mel” dando-lhe A PAZ QUE EXCEDE TODO ENTENDIMENTO(o nome dela e tds os detalhes, o Senhor sabe). Peço no nome de Jesus! Amém.”

    Querida, receba meu abraço com mt carinho. VC vai ficar bem. Acorde, levante, coma, beba, passeie, malhe, veja seriados engraçados e coma brigadeiros. =D
    “O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa vem dos lábios do Senhor” http://www.bibliaonline.com.br/ra/pv/16

    Conte comigo! melissagsales@gmail.com tô aqui p/te ouvir/ler… bjo doce, da Mel… (twitter.com/Melbrazil)

  43. Cybele Costa, disse:

    Mel, passei por isso e te digo: como dói… eu chorei, chorei, mudei de cidade até…
    E Deus providenciou meu amado marido para eu perceber que na realidade, Ele estava apenas guardando algo muito melhor para mim!!
    Força querida… sinta meus pensamentos de carinho em vc…
    Beijoo,
    Cy

  44. Rose Quadros, disse:

    Mel, querida,

    Permita-me chamá-la de querida pois sou mulher e, como todas as outras, me solidarizo com sua dor.
    Me casei a 5 meses e durante os preparativos uma amiga do coração, que também se preparava para subir ao altar sofreu o término do noivado após 12 anos de namoro, sem nenhum motivo aparente.

    E ela fez exatamente como a Fernnda te aconselhou: chorou, chorou, chorou muito. Se recolheu por uns dias e sofreu toda a sua dor. Entretanto decidiu por um ponto final no luto no carnaval de 2010. Viajou e voltou mais forte, como outra cabeça, novos sonhos e objetivos.
    Com o dinheiro que conseguiu reaver dos contratos desfeitos (sim, ela havia pagado todo o casamento sozinha… ele pagaria pelo apartamento e móveis) ela comprou um carro.

    Mudou a cor dos cabelos, entrou num cursinho para concurso público, fez novas amizades.. enfim, mudou sua vida! E nessa mudança percebeu que por mais doloroso que tenha sido o término, ele realmente era o melhor caminho a seguir, ela não seria feliz com o ex e um divórcio seria ainda pior…

    Pensar em fazer tudo isso pode parecer impossível agora, mas tudo entrará nos eixos com o tempo… reze muito, muito e permita-se ser confortada pelos que realmente te amam!

    Ficarei na torcida por sua felicidade!

    Com carinho,
    Rose Quadros

    http://www.noivabh.blogspot.com

  45. Talita Ginani, disse:

    MEL…

    Acho que as meninas já falaram tudo que se deve falar numa hora dessas, rsrsrsrsrs, infelizmente essa história de que Deus tem um propósito melhor para nossa vida, que vai passar, que não era para ser e etc… não convence nem diminui o sofrimento e a gente não entende, mas, no fundo no fundo a gente sabe que é verdade. Desejo que vc saia dessa, que seja feliz e acima de tudo supere esse momento tão triste que está vivendo. Se permita sofrer, chorar mas estabeleça um tempo pois um dia tudo vai passar. Sinta-se abraçada!! Bjs

  46. Raquel, disse:

    Mel!

    Passei por isso também! Foi bem dolorido! Mas vejo que isto está acontecendo de uma forma muito grande hoje em dia. Muitos homens estão com medo do compromisso, medo da responsabilidade. E como o casamento é uma encruzilhada e você precisa dar um dos passos mais importantes da sua vida, o homem muitas vezes fica com medo. A mulher sofre muitas alterações durante a vida como a de transformar em mulher. As coisas acontecem mais naturalmente, mas no homem não. Não é que não ama mais você, é que tem medo. Não estou defendendo a posição deles. Mas aprendi que tenho que compreender e perdoar. Posso dizer hoje que isso foi bom, pois depois a gente voltou, mas foi bom porque o casal amadureceu muito.
    Não quais são os propósitos de Deus para sua vida, mas posso dizer que com certeza Ele tem o melhor!

    Um grande beijo!

  47. Paula, disse:

    Não posso dizer que sei o que tu está sentindo, nunca provei esse sentimento. Mas já passei por outros momento difíceis na vida.

    Quando tinha 10 anos de idade, meu pai faleceu derrepente, ninguém sabia que ele estava doente, então a notícia da morte foi um susto. Quando me dei por conta da saudade que sentia dele (um dia após o falecimento) pensei que minha vida havia parado e que eu não cresceria mais, não sairia do lugar. Na época, acreditava que não pudesse ser feliz, pois como eu poderia passar por momentos bons sem ele?!?!?! Porém, o tempo foi passando, eu fui crescendo, passei por mudanças e outras provações da vida. Hoje tenho 24 anos, isso mesmo, há 14 anos atrás meu pai morreu. Eu parei de crescer, minha vida estacionou??? Não, eu cresci, faço minha faculdade, tenho meu trabalho, sou feliz. Não tem um dia que não pense nele, no entanto, em vez do meu coraçãoficar apertado, penso nas coisas boas que vivi ao lado dele e penso na força que a vida me deu pra seguir em frente.

    Mel, pense que temosmuitas provações na vida, muitos momentos de dor, mas ao mesmo tempo que isso acontece, a vida nos dá força pra seguir adiante. As vezes não entendemos porque passamos por tanto sofrimento, mas um dia entendemos que através da dor nos tornamos pessoas melhores, mais fortes e mais bonitas.

  48. Christiane, disse:

    Mel,

    Por mais que doa (e deve doer muuuuito), a melhor forma de encarar é na análise fria da situação. Imagina se ele descobre que não está certo quando vocês já estão casados e com filhos? Melhor agora. Por mais que tenha demorado para ele ‘perceber’, por mais que tudo estivesse pronto.
    Chore muito, viaje, saia com as amigas, conheça gente nova, aproveite para fazer tudo aquilo que você deixou parado (não adianta, a gente sempre acaba tendo que deixar alguma coisa de lado).
    Pode ter certeza que alguém muito especial (e bem melhor) vai aparecer na sua vida. Pode demorar um pouquinho, mas vai aparecer. E você será muito feliz.

  49. Marcela, disse:

    Mel, que Deus te de muita força, confie nele! Faço das palavras de todas as meninas as minhas… Mas não se importe com o que os outros vão pensar de vc… Isso não merece um minuto da sua preocupação, o importante é vc ficar bem e não o que vão pensar e falar, vc vai vencer tudo isso!

    Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>