Outro dia vi a história de uma noiva que comemorou o aniversário e o noivado com uma festa mexicana e presenteou os convidados com mudinhas de hortelã da Le Petit Vert para que eles possam fazer o drinque mojito em casa.

Para quem está procurando inspiração para um tema de chá bar ou chá de cozinha, achei a ideia super bacana: muitos mojitos para os amigos e mudinhas de hortelã de lembrancinha.

Mojito é uma bebida gostosa, refrescante e que agrada o paladar da maioria das mulheres. E o melhor, é super fácil de fazer! Eu faço sempre quando recebo as amigas aqui em casa.  O jeito que eu aprendi a fazer e dá certo eu conto abaixo.

7 folhas de hortelã

1/2 limão cortado em fatias

1 colher de açucar

50 ml de rum branco

Água com gás

Gelo

Lave o limão (sim, como iremos colocar o limão com casca e tudo no copo, precisa limpá-lo por fora!), corte em fatias eliminando o gominho branco do centro do limão (para a bebida não ficar amarga). Num copo longo coloque as folhas de hortelã, meio limão e uma colher de açucar. Macere bem com o socador. Um dos segredos do Mojito ficar gostoso é a hortelã e o limão estarem bem amassadinhos.  Coloque bastante gelo, adicione 50 ml de rum branco (se não tiver um medidor, vire a garrafa no copo contando até 7 que dá certo, rs!), complete o copo com água com gás, mexa bem com um canudo e se desejar enfeite o copo com foljas de hortelã. Prontinho!

Fotos: Das mudinhas de hortelã como lembrancinhas são da Le Petit Vert | Dos ingredientes e do Mojito são minhas.

converse com a gente
 0             0})
DEIXE SEU comentário
15 Comentários
  1. AnaCarolina, disse:

    Bom dia Fer!!!

    Nunca tomei, mas acho que vou ter que prover…fiquei com água na boca!!!!
    Beijinhos !!!

    Tenha um dia lindo!

  2. Juliana, disse:

    Fer…. a receita parece uma delícia! Amei!

  3. Rê Benetti, disse:

    Vou fazer no find pra experimentar!! =)
    Bjinhos,

  4. Camis, disse:

    Eu e meu marido adoramos mojito, sempre recebemos com mojito em casa e todos gostam.

    Foi por causa de um bar cubano e por termos nos apaixonado pelo mojito que resolvemos dançar uma salsa no nosso casamento! rs

    beijosss

  5. Gisele Assunção, disse:

    adorei a receita!! vou fazer em casa

  6. Poliana Vanucia, disse:

    Perfeito FÊ já anotei a receitinha….

  7. Lili, disse:

    Adorei..

    No nosso casório, com certeza, vai ter uma lembrancinha “verde”.

    Um beijo, Lili.

  8. Vanessa Mendes, disse:

    Que delícia! E parece ser bem refrescante, para esse calorzão aqui do Rio é uma ótima pedida!

    Ahhhh, Fê…..
    E o Sarau das noivas aqui do Rio hein????? Vai mesmo sair?
    Tô tão ansiosa!

    Bjos!

  9. Bia Souza, disse:

    Nunca provei, mas agora to curiosa vou fazer em casa!

  10. Pingback: Tweets that mention A hortelã e o mojito | Vestida de Noiva -- Topsy.com

  11. Daniele, disse:

    Adoro mojito!

  12. Helga!, disse:

    No meu casamento optamos por um brunch, vamos servir mojitos como dink de boas vindas junto com um bar de prosseco (mimosas, belinis). Acho que combinará bastante com o calor de Brasilia em julho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Sabe quando assistimos novela e pensamos “coisas assim só acontece em novela!”? Pois se eu não tivesse recebido o e-mail da Manuela e as fotos, acharia que isso é coisa de novela ou Hollywood. Mas não, histórias românticas reais existem.

Raphael resolveu pedir a namorada em casamento com um recital de piano.  O cenário foi a Fundação Scheffel, em Novo Hamburgo, RS. Pianista de formação, convidou apenas os pais, irmãos e avós, 11 pessoas no total com a desculpa de que seria apresentação de seus colegas pianistas. Não era. Tocou I Like Chopin, seguido de She. A terceira música foi Manuela, música de Julio Iglesias. “Essa música, com meu nome, marcou o nosso namoro porque além de linda, com a letra feita para nós, registra uma festa a qual Raphael havia pedido para a sonorização toca-la num momento especial. Há anos procuramos a partitura, sem sucesso”, conta nossa noiva. Raphael achou a partitura e fez essa surpresa.

Última música da noite, The Music Of The Night, tema de Fantasma da Ópera, Raphael tocava acompanhado de um violino. Foi de repente, com o som do violino ao fundo, que o pedido de casamento foi feito.  Teve brinde e jantar especial para todos.

Que felicidade a minha de compartilhar uma história de amor linda assim. Manuela e Raphael, que história de conta de fadas de vocês continue rendendo vários capítulos cheios de felicidades.

Fotos: Everton Rosa/Staff

converse com a gente
 0             0})
DEIXE SEU comentário
27 Comentários
  1. Pingback: Tweets that mention Noivado Romântico | Vestida de Noiva -- Topsy.com

  2. Camilla Resta, disse:

    Consegui sentir e ouvir a música desse momento daqui.. parabéns! Fotos lindas demais.. com sentimento profundo em tudo!
    Abraços, @camicrs

  3. Renata Monteiro, disse:

    Perfeito!!!
    Enchi os olhos de lágrimas!

  4. Renata, disse:

    nossa, q lindo! o casamento promete!

    acho super fofo isso de planejar um pedido marcante…os homens não costumam conseguir ser mt criativos e organizar esse tipo d coisa por conta própria…

    meu noivo até tentou, tadinho, passou um mês planejando e no fds q ele ia executar o plano eu dei uma de Kate Hudson no filme Bride Wars, lembram? hahahaha eu fiz igualzinho 😛 qd vimos o filme morri d rir, estragou a surpresa mas pelo menos rendeu uma história engraçada :)

    :*** parabéns aos noivos!

  5. Ana Brêtas, disse:

    Ai….muito romântico e lindo demais!
    Que eles sejam muito felizes e que a vida a dois seja sempre repleta deste romance inicial!
    Bjs

  6. kamilla campos, disse:

    homens românticos são tudo de bom,conseguem encantar com um simples gesto.
    Fazer essa surpresa e ainda levar o Everton Rosa para registrar é no mínimo encantador.

  7. Juliana, disse:

    Lindo lindo lindo… Homens por favor…. peça a mão de suas namoradas em casamento com alguma surpresa, com algum detalhe romantico…. isso faz toda a diferença! Eu e o Fábio (meu marido) decidimos juntos que gostariamos de casar. Foi muito gostoso conversar sobre isso e uma noite marcamos a data em nossa cabeça e estavamos noivos! Mas eu queria dizer que nada melhor do que ser pedida em casamento com uma surpresa assim.

  8. Rê Benetti, disse:

    Lindas fotos!! Coisa de novela mesmo!! =)
    bjs,

  9. Natalye, disse:

    Muito bacana! Surpresa muito interessante e emocionante!

  10. marina, disse:

    fiquei boba, que lindo!! Parabéns aos noivos, felicidades =)

  11. Bárbara Proviette, disse:

    Que história linda, realmente parece história de filme.

  12. Renata, disse:

    Que espetáculo!!!!!
    Digno de conto de fadas, ou melhor, de novela mesmo!!!!!
    Quanto romantismo!!!!
    Felicidades, noivos lindos!!!!

  13. Yve, disse:

    aiii fiquei com o choro preso na garganta!
    que lindooooooooo, eu morreria de emoção!

    homens sigam o exemplo!

  14. Carol, disse:

    Lindo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1
    Sou pianista (não profissional) e sempre sonhei em tocar um piano de cauda ou, ao menos, ter um no meu casamento.

  15. Ana Flávia, disse:

    Haaa, só podia ser gaucho para ter essa sensibilidade toda !!!!

    heheh eu sou gaucha!!! Bricadeiras a parte, emocionante!!! Valeu Fer!

  16. Daniela, disse:

    M-A-R-AV-I-L-H-O-S-O !!!!!!!!!!

  17. Camila, disse:

    ai que lindo!!!!
    muito romantico mesmo!

  18. cristina, disse:

    eu quero um assim :)
    fernanda, vc poderia fazer um post falando sobre a ordem da cerimonia e da festa? ( quando cortar o bolo , quando dancar a 1valsa etc)
    beijos!

  19. cristina, disse:

    obrigada Fernanda!! vi o roteiro da festa…muito bom!!
    e o roteiro da cerimonia…nao achei , vc postou alguma vez tb?
    abracos

  20. Poliana Vanucia, disse:

    que sonho aiaiai babei viu felicidades ao casal!

  21. Manuela, disse:

    Nossa, ele arrasou. muito bonita a dedicação dele em tornar tudo o mais especial possível. incrível

  22. Juliana Queiroz, disse:

    Acabei de ver as fotos com lágrimas nos olhos. Que noivado lindo, cheio de significados. Parabéns aos noivos e FELICIDADES!!!

  23. Mari Vianna, disse:

    Nooooossa! Que noivado mais lindo e super romântico!!!! Parabéns ao noivo pela produção! Ahhh, Fernanda, eu e meu namorado estamos nos programando pra noivar, mas queria mais dicas de noivado, onde fazer, como, decoração, quem convidar, o que oferecer de buffet… Bjs a todas, leio o site todos os dias, fico ansiosamente esperando atualizações! Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Pergunta: Gostaria que meu casamento fosse um destination wedding mas estou na dúvida se os noivos quem devem pagar pelo transporte e hospedagem dos convidados? Comentei com minha família sobre essa ideia e muitos olharam torto e insinuaram se eu vou pagar.

Resposta: Não, não é uma regra e nem comum que os noivos tenham que arcar com as despesas de tranporte e hospedagem para os convidados num casamento destination wedding.

Entretanto é muito simpático que você facilite a vida dos convidados, provendo informações como aeroporto mais próximo, melhor meio de transporte, sugestão de itinerários, horário dos voos, distância do aeroporto até o hotel, um mapa, opções de hospedagem para todos os bolsos. Os noivos podem e devem negociar com o hotel tarifas especiais e até com a companhia aérea isso é possível. A TAM, por exemplo, oferece preços especiais para grupos com mais de 9 passageiros, clique aqui para se informar. É muito simpático também oferecer o café da manhã ou almoço do dia seguinte.

Cuidado para não impor muitas exigências, como que cheguem na sexta feira para começar a festejar o casamento que será domingo ou que todos se hospedem no hotel mais caro da cidade. Talvez a realidade de alguns convidados seja de realmente não poder arcar com essas despesas, e outros não se esforçarão ou não poderão viajar. Procure entender que num destination wedding realmente o número de convidados presentes pode ser menor, e foque sua energia somente nos que estarão lá, esses sim valem a pena 😉

* Para quem não sabe, destination wedding é o termo americano usado para quando a festa de casamento é realizada numa cidade diferente de onde os noivos moram. Por exemplo, noivos que moram em São Paulo mas escolhem um hotel em Campos do Jordão para realizar a festa de casamento, muitas vezes transformando o evento num fim de semana inteiro de comemorações. Muitas pessoas também escolhem fazer um destination wedding para uma experiência intimista e inesquecível, como brasileiros que escolhem cidades românticas da Itália para se casar.

converse com a gente
 0             0})
DEIXE SEU comentário
29 Comentários
  1. Jacque, disse:

    Oi Fe,
    Gostaria de lembrar que uma boa agencia de viagens tem condições de negociar tarifas melhores no que diz respeito as passagens e a hospedagem e principalmente administrar para os noivos todos os tramites envolvidos nessa logística! http://www.behappyviagens.com.br

  2. Kênia, disse:

    Fernanda,
    Amei o post e as dicas!!! Super bacana.
    Só pra deixar um complemento a mais, que pode ajudar a todas na hora de negociar um precinho legal com a cia aérea.
    Como você disse a TAM tem preços especiais para grupos, mas não é só ela. Hoje em dia todas as cias aéreas oferecem este serviço. Com mais de 9 ou mais de 10 passageiros você pode negociar um preço bem legal, principalmente porque em muitos destinos elas concorrem!
    Exemplos são TRIP Linhas Aéreas, Azul, Gol e Webjet.

    Parabéns pelo sucesso de sempre! Blog cada dia mais lindo!!

    Beijos

    Kênia

  3. Renata, disse:

    P/ a noivinha q fez a pergunta:

    querida, tente abstrair um pouco da parentada, eu sei como é isso…meu casamento vai ser um pseudo-destination wedding, meu noivo é de recide, eu sou de santos e faremos o casamento em brasília, onde moramos a relativamente pouco tempo…ou seja, será na cidade dos noivos porém numa cidade diferente de onde são 80% dos convidados…vamos casar num hotel maravilhoso, conseguimos a tarifa por menos da metade do preço pros convidados, cerimônia e recepção no mesmo lugar, avisamos com mais de 1 ano e meio d antecedência, estamos tentando facilitar o máximo e mesmo assim tem gente q reclama…já expliquei N vezes q não tenho tempo nem saco d ficar viajando 10, 15 vezes só p/ organizar casamento, q minha mãe não tem condição psicológica d cuidar disso, q eu moro agora em brasília, q santos não tem aeroporto e isso dificultaria mt, enfim…SEMPRE tem gente p/ fazer gracinha ou resmungar…o curioso é q percebo q quem mais reclama é parentada q tem grana, tá td mundo aposentado e nunca viu casamento na família…enquanto tenho tia q mora na austrália e já disse q vem d td jeito hehe…então resumindo a ópera: se vc quiser, faça e quem quiser q vá…eu tenho ctz q os q torcem mt o nariz e são incompreensivos são os mesmíssimos q se o casamento fosse na cidade deles iam reclamar do bolo “brega” da havaiana “vagabunda” da música alta e por aí vai…eu simplesmente optei por abstrair…expliquei cedo sobre o hotel e q tentaria uma tarifa boa e quem quiser q vá…como tenho um pouco + d condição penso em ajudar quem eu sei q quer d coração vir mas terá dificuldade e o resto do pessoal tem q se programar, se quiser.

    :*** coragem aí, se é seu sonho, faça, quem se importar se esforçará p/ ir

    ps.: eu e meu noivo tb não temos feito alarde sobre lista d presentes, estamos dispensando pq sabemos q será um gasto q pesará, ressaltamos p/ td mundo q queremos a presença, ñ presente…até faremos uma mas não colocaremos em site ou no convite, a quem fizer mt questão nós enviaremos a lista, se a pessoa pedir, acho q ao fazer um destination wedding deve-se tomar essa postura

  4. Débora, disse:

    Olá meninas!
    Eu acho muito importante e sei que causa uma sensação de bem-estar e felicidade imensos a realização de um sonho. O casamento geralmente é o momento em que nós deixamos aflorar os nossos maiores desejos e acho que isso é muito certo, porém nunca acho demais o bom senso.
    Em casos como esse em que se exige dos convidados um esforço extra é preciso sim levar em conta a condição financeira da maioria deles ou pelo menos daqueles que a presença mais importam para os noivos e tentar facilitar ao máximo a ida deles. Seja pagando uma parte do hotel, oferencendo almoço e/ou café, como disse a Fernanda.
    Queria só ressaltar o aspecto fundamental: o sonho é seu, vc tem direito de sonhar e tentar realizar, mas nunca seja egoísta demais e deixe de levar a opinião das pessoas que mais ama em conta! O casamento apenas começa naquele dia! 😉
    Beijos!!!

  5. Renata, disse:

    é, a Débora levantou um ponto importante: é necessário antes d decidir isso analisar por alto qt a viagem custará e se a maioria dos convidados tem condição real de arcar com isso…é realmente crucial fazer essa análise…esqueci tb de comentar q faremos o casamento durante um feriadão, o q vai ajudar bastante :)

  6. Ana Cordeiro, disse:

    Olá, também sou noiva e estou organizando um destination wedding. Eu e meu noivo, que é francês, moramos em Vitória-ES e vamos nos casar no interior da França, na cidade que ele viveu e que os pais vivem.

    Para convencer os amigos de irem, tomamos algumas decisões pensando neles, por exemplo:

    – Casar em 1 feriado, no caso o casório é 25 de junho, após o feriado de Corpus Christ, então os convidados sairão daqui alguns dias antes

    – Casar na melhor época para visitar a França, início do verão no caso, quando o tempo está melhor mas ainda não é o pico das férias onde tudo fica muito caro

    -Avisamos assim que decidimos, via Save the Date, com 9 meses de antecedência e estaremos enviando os convites ainda este mês (6 meses de antecedência)

    -Vamos passar a lua de mel em grupo. Vamos alugar uma casa no sul da França e ficar uma semana com os amigos. Pode parecer chato pois após o casamento o casal quer ficar sozinho, mas eu meu noivo já viajamos muitas vezes sozinhos antes e para nós será diferente e mais animado.

    -Conseguimos fazer pacotes com uma agência de viagens e as passagens ficaram num preço que nunca pagamos, muito em conta!!

    Já temos mais de 30 pessoas confirmadas que vão do Brasil, já compraram passagem, além de amigos que vão do Japão, da Tunísia e até da Nova Caledônia… Estamos muito empolgados!

  7. Say I do, disse:

    Gente adorei ler as história aqui!!!!!! Depois quero ver o casório da Ana e da Debora!!!

    E concordo! Noivas devem fazer o casamento como ELAS e o noivo, logico, querem!

    O resto que se adapte! rsrsrs!

    http://www.sayido.com.br

    Beijosss Fe!

  8. Renata, disse:

    Meninas, me casei em Salvador e minha família é toda de SP. Para que eles fossem pro casamento a 1a decisão que eu tomei foi a de marcar a data numa quase véspera de feriado (me casei no dia 09/10). Isso porque sei da dificuldade de sair de uma cidade e ficar apenas poucos dias na outra. Então, tidos chegaram na sexta e retornaram na terça. A 2a coisa que fiz foi conseguir tarifas boas em dois hotéis. Também indiquei salões de beleza com profissionais da minha confiança. Por fim aluguei 3 ônibus para fazer o trajeto hotel/igreja/festa/hotel. Essa parte do ônibus deixou todos muito tranqüilos por não saberem andar em Salvador e foi uma forma de agradecimento pela presença de todos. Acho que isso foi o suficiente. Fica inviável pagar mais, né? Ate porque eu acho que quem gosta da gente vai sempre fazer um esforço pra ir no nosso casamento em qualquer lugar que ele for realizado.

  9. Ana Brêtas, disse:

    Bom, meu casamento não foi um destination wedding, mas como eu e minha família somos quase todos cariocas, meu marido é peruano e nosso casamento foi aqui em São Paulo (onde meu marido e eu moramos), tivemos que ter alguns cuidados parecidos com os de quem faz um destination wedding. Optamos por fazer o casamento num local só e no caso foi num hotel (o que facilitou a vida para todos os que puderam se hospedar lá, com tarifas previamente negociadas por nós). Porém, com alguns meses de antecedência, além de enviar um save the date por e-mail, enviamos uma lista com todos os hotéis da região, com algumas dicas e estimativa de preços, para os que não pudessem bancar a tarifa do Grand Hyatt. Também encaminhamos os sites para compra de passagens e dicas para aquisição com antecedência em períodos que os preços estavam mais em conta.
    De qualquer forma, é como as outras leitoras acima escreveram, vocês tem que pensar nos convidados, mas sem grilos com as reclamações e afins…o momento é de vocês e, quem realmente se importar, fará um esforcinho para dividir este dia com vocês!
    Eu já estive em destination weddings na Ilha Bela, na Serra, na França, no Peru, além dos casamentos de amigos queridos lá no RJ que não deixamos de prestigiar pela localização, até porque sempre vira desculpa para um final de semana inteirinho de curtição!
    Claro que a idéia de ajudar aqueles que vocês amam, mas sabem que tem maior dificuldade financeira, é também super válida!
    Boa sorte aos noivos que vão encarar esta aventura deliciosa!

  10. Juliana, disse:

    Uauauaua to amando ler todas as dicas das meninas Fer. Meu casamento não foi um destination wedding mas eu adoraria poder participar de um! rs Fer eu concordo com você…. muitos “amigos” não se esforçam para estar presente. No meu caso 70% dos nossos convidados eram da cidade do meu noivo que fica a 500 Km de Rib. Preto (onde casei) e acreditem, muitos não vieram pelo simples fato de ter que viajar muito em um final de semana ou/e pagar hospedagem. Não é fácil…. mas não desista noivinha…. se o seu sonho é um destination wedding vai atrás, procure bons preços…., pense nos convidados…… tenho certeza que muitos convidados vão fazer de tudo pra estar presente neste momento único de suas vidas!!!! Beijos

  11. Juliana, disse:

    Noiva, os comentários acima estão perfeitos!
    Eu mesma, caso tivesse optado por um casamento assim, tomaria apenas uma precaução: Como está o meu bolso, como é o bolso daqueles que quero muito que estejam presentes (parentes próximos e melhores amigos)? E com base nisso decidiria o local.
    (pois não adianta só você, o noivo e meia dúzia de pessoas terem grana para bancar Paris… Nesse caso, opte por Bahia ou outro local mais em conta).
    Feito isso, pararia de me preocupar com nariz torcido e tomaria as providências já faladas pelas amigas acima: pesquisaria hotel, traslado, salão de beleza, avisaria com antecedência etc…
    Ah, e por fim, abriria mão dos presentes, encaminhando a lista apenas àqueles que insistissem muito.
    Bjos e boa sorte!

  12. Christiane Teixeira, disse:

    Estava louca para fazer do meu um destination wedding, mas não teve negociação com os meus pais (que vão bancar a festa). A ideia surgiu em uma viagem a Campos do Jordão… seria lindo! Em 2009, fui a um destination wedding no Rio de Janeiro. Foi o melhor casamento que já fui! Todos ficamos no mesmo hotel (a tarifa estava ótima, graças à negociação feitas pelos noivos), pagamos preço normal de passagem aérea (acho que eles não tinham a informação das tarifas especiais para grupos), mas valeu muito a pena. Uma van nos buscou no hotel e nos levou de volta ao hotel na hora do casamento (o que deixou todo mundo super tranquilo). Chegamos no sábado cedinho e saímos do Rio no final da tarde de domingo. Foi maravilhoso passar o final de semana com todo mundo e tornou a festa mais que especial. Eu confesso que adorei e não vejo a hora do próximo…

  13. valentina, disse:

    Oi, que bom saber que não estou sozinha nessa situação! Eu sou italiana, meu marido (nos casamos no civil, mas ainda vamos fazer o casamento religioso e a festa) é brasileiro de Belo Horizonte e agora nós moramos em Goiânia. O casamento será em Rio Branco, no Acre, onde a mãe e a irmã dele moram. No começo estava muito preocupada com o problema dos convidados, pois a viagem é muito muito cansativa além de ser bastante cara..mas avisamos todos com um ano de antecedência, estamos contatando companhias aéreas, agencias de viagens e hoteis para quem já confirmou (até agora umas 30 pessoas). Os meus convidados italianos aproveitarão do meu casamento para conhecer umas cidades do Brasil, então eu e meu marido estamos dando toda a assistência para quem precisar. E também estamos organizando os dias que eles ficarão em Rio Branco com omnibus, tour pela cidade, jogo de futebol BrasilxItália, ofereceremos almoço o dia seguinte e muitas outras coisas! Eu estava pensando também em deixar nos quartos do hotel uns cartões postais da cidade e uns docinhos típicos, não vou gastar muito e eu acho um gesto carinhoso de agradece-los pela presença. Espero que eles gostem!
    Parabéns pelo blog, adoro! Entro todos os dias para ter ideias e tirar duvidas :)

  14. Renata, disse:

    Nossa Juliana, que horror né? Acredita que no meu casamento as pessoas de fora estavam todas presentes e as de Salvador faltaram porque queriam viajar no feriado!!! Então é aquela coisa: quem Te admira e tem consideração é quem realmente vai!!!

  15. Geovana B., disse:

    Nossa, adorei o post… porque o meu casamento será um Destination Wedding em Florianópolis (na verdade eu e meu noivo morávamos e nos conhecemos em Floripa, mas agora estamos em SP e a família dele é de Itajaí SC e a minha é de vaaaaarios lugares). Bom, conseguimos organizar o casamento a distância e esta dando super certo (muito celular e net).
    Nosso sonho era casar no pôr-do-sol, com vista para o mar… e conseguiremos!
    Vamos fazer a festa em uma pousada (cerimônia e recepção) e nós e nossa família ficaremos hospedados lá. Conseguimos 15% de desconto na hospedagem para os convidados. Como a praia é maravilhosa e a festa é toda no local, não haverão deslocamentos.
    Avisamos com bastante antecedência, enviamos save the date e vamos entregar os convites 2 meses antes.
    Vou entregar lista de salões de minha confiança para as mulheres. Não pagaremos as hospedagens dos convidados, pois o casamento já é um custo elevadíssimo, mas fomos atrás de muitas facilidades.
    Quanto a lista de presentes, até vamos montar, porque algumas pessoas fazem questão de dar presente, porém acho que “jamais” deve ser enviada com o convite (ainda mais numa situação de Destination Wedding).
    Bom, no início acho que algumas pessoas acharam estranho casarmos em Floripa, mas acreditem…os convidados de SP (que serão os que mais gastarão com despesas) estão sendo os primeiros a reservar a pousada e comprar as passagens.
    Bom, espero que a nossa experiência ajude quem quiser ou esta organizando um destination wedding.
    Realize seus sonhos!
    Beijos (faltam 3 meses!!!!!!)
    Jova e Dudu.

  16. katieli, disse:

    Oi Fernanda;

    Posso ser madrinha de casamento usando um vestido (longo) na cor crua mas com uma renda preta por cima e na “saia” (também cor crua) com a parte interna do babado em preto?

    Obrigada,
    Katieli

  17. Joicy, disse:

    Oi meninas! O meu casamento também será um pseudo destination wedding, como o da Renata! Eu sou de Goiânia, meu noivo é de Uberlândia e moramos em Brasília, onde vamos fazer a cerimonia e a recepção. No começo fiquei muito apreensiva com essa questão, mas conclui que seria MUITO mais dificil organizar um casamento à distância e resolvemos fazer em Brasília mesmo. Quero muito fazer a cerimônia na igreja e isso implica em maior movimentação dos convidados. Vi que a maioria das noivas nessa situação facilita ao máximo a vida dos convidados com indicação de hoteis, salões, restaurantes e até o oferecimento do transporte em alguns casos. Eu queria muito passar mais tempo com meus convidados que vem de outras cidades, e promover a interação entre nossos amigos e familiares, porque penso que nunca mais conseguiremos reunir tanta gente querida! Talvez alugar uma chácara para que todos se hospedem juntos, alugar um ônibus para fazer o trajeto chácara-igreja-festa-chácara e no dia seguinte fazer um churrasco ou algo assim… Meu orçamento está apertado e terei que ser muito cautelosa com essa questão. Sugestões?? Bjos!!!

  18. Bella, disse:

    Oi gente, queria fazer meu casamento em Ilha grande porque é um local especial para meu noivo e eu. Minha dúvida e exatamente se devo ou não pagar o transporte e hospedagem, ou somente o transporte, ou somente a hospedagem…?

  19. Heidy Monteiro, disse:

    Aii adorei a materia!! Decidimos a duas semanas que vamos nos casar em Santa Catarina, somos de SP e todos nossos convidados tambem são. Antes de decidirmos eu li e reli a lista de convidados umas 50 vezes (de verdade rs), e cheguei a conclusão que não será problema para as pessoas se deslocarem até lá, já que vamos fazer em um feriado prolongado.
    Adorei a materia pq eu nao sabia que grupos com mais de 9 pessoas tinham tarifas especiais… isso vai nos ajudar muito.

    No fim de semana meu noivo comentou com nossos amigos que queria se casar fora de SP e todos ficaram super animados.

  20. gizilene, disse:

    Obrigada, a todas me ajudaram muito, vou fazer 25 anos de casada em julho, meu marido e eu estávamos num impasse se alugaríamos sitio ou se teríamos de pagar hospedagens a todos os parentes que vem, como algumas de vcs disseram sempre tem aqueles que reclamam da distância, somos de Juiz de Fora-MG, e moramos em Pouso Alegre-MG, tbm não tenho disponibilidade de ficar indo e vindo para organizar a festa em JF, e estou amando que meu marido está participando de toda a organização, coisa que se for em outra cidade teríamos que deixar por conta de outras pessoas ou ele não participaria da organização, bem já vou começar a negociar com hoteis e pousadas a questão de preço de diárias, para os convidados.
    obrigada Gizilene
    obrigada

  21. Elisa, disse:

    Moramos na Alemanha e o noivo-marido (já casamos no civil) é daqui. Vamos casar na minha cidade e a coisa é complicadinha. Um ano antes decidimos a data junto com a mae e irma dele, na minha inocência achei que programando cedo daria tudo certo. Daí que a irma dele engravidou e o bebe nasce uns dias antes da festa, lógico que ela nao irá e com 99% de certeza a mae também nao (só se o bebe nascer antes e muito saudável e ela conseguir pegar um voo as pressas). Já chorei, me descabelei, fiquei brabinha com ela (nao falei nada, mas juro que pensei que ela deveria ter dito que estava tentando engravidar, braba por ela ter “tirado” a mae dele, sei lá). Quase morri de agonia esperando o tempo dele de decidir se queria adiar ou nao a festa. No fim ele nao quis adiar mais uma vez (já adiamos 2x por motivo de desemprego e doenca, mas na época nao tínhamos nem data certinha). Em pensar que 2 dias antes da “bomba” em forma de bebezinho estava me agoniando pra escolher as cadeiras!!

  22. Elisa, disse:

    Continuando (isso aqui é quase uma terapia). Temos vários amigos queridos daqui da Alemanha que estao se programando pra ir, mas morro de medo de que nao vá ninguém (até porque tenho mais vários amigos que nao moram em outros lugares do Brasil). Minha família é toda espalhada e minha mae já está me preparando que talvez várias pessoas faltem.
    Tenho que focar nos que estarao lá, mas é difícil, sonhei muito com o momento de reunir as famílias e estou tendo que desconstruir esse sonho dentro de mim. No casamento civil (só minha mae veio, pois fizemos tudo rapidamente) sinceramente a minha felicidade era tao grande de estar formando uma família com o meu amor que o resto era só detalhe. Espero que esse sentimento também prevaleca no dia D, mas até lá eu sei que vou me tortuar com o que vai quem nao vai.
    No mais fizemos o básico, marcamos num feriadao, numa época legal de visitar o Brasil. Tentamos desconto na passagem (mas é difícil porque todos teriam e ir e voltar juntos…), acabamos achando um site com precos OK e estamos indicando esse. Vamos fazer lua de mel coletiva e pensando no interesse dos convidados. Fizemos um site com informacoes, dicas, nosso roteiro de lua de mel, sugestoes pra esticar a estada, como comprar passagem nesse site (número de vôos e etc). Ainda vamos contratar vans para hotel/festa/hotel e provavelmente vamos apertar o orcamento e convidar os alemaes e convidados de fora para um almoco no dia seguinte. Ainda falta minha irma dar o OK para dois hotéis (um mais baratinho e outro melhorzinho) perto da casa da minha mae e acharmos hotéis/transporte para a lua de mel coletiva. Também quero deixar sacolas fofas no quarto dos convidados (com água, biscoitinhos, fruta, lista de telefones, mapinha da regiao, salao de beleza e mais um dicionário para os gringos). Agora é rezar que as coisas se encaixem pra bastante gente ir.

  23. Aline, disse:

    Olá! adorei os comentários! estou planejando em casa na Itália … mas não sei como começar a planejar! alguma sugestão?

  24. Renata dAvila, disse:

    Oi, Fernanda, tudo bem?

    Oi, meninas, tudo bem?

    Li os posts, adorei as dicas, mas continuo com algumas duvidas. Meu namorado é chileno e eu sou brasileira. Vim morar com ele no Chile. Vamos nos casar apenas em 2015 e queremos ver tudo com muita calma para fazer da maneira que queremos e sonhamos. Porém com as pessoas que mais amamos. O nosso Destination wedding será em uma das praias de Los Roques, na Venezuela. Já comecamos a ver. Provavelmente na de Madrisqui, que é a mais perto de Los Roques. Li que nao devo pagar a passagem aerea. Porém, por ser muito longe, será que devo pagar a hospedagem e o traslado da Venezuela até Los Roques? O que mais?
    Tenho muito tempo para planejar tudo. Vamos comecar a juntar dinheiro desde já, pois sabemos que mesmo com poucas pessoas sairá caro e quero que esteja tudo perfeito, como todas as noivas :)
    Mas também quero cumprir com a boa etiqueta e nao deixar ninguem desconfortavel.
    Aguardo seus comentarios e sua consultoria.
    Obrigada, abs
    Renata

  25. Lisley, disse:

    Eu sou de Ubatuba e meu noivo de Auckland – Nova Zelandia. Nos iremos nos casar em Ubatuba e iremos pagar pelas passagens dos pais e da irma dele mas os outros convidados irao pagar pela propias passagens. Nao acho que os noivos tenham que pagar por tudo.

    • Jéssyca marquez, disse:

      Sou de Vitória -ES e vou me casar na terra do meu noivo Bahia… Devo colocar no convite algum recado para os meus convidados tipo… Aguardo todos voces é muito importante para nos a sua presença esses tres hoteis possui preços razoaveis de diarias e boas acomodações… não sei o que eu faço?? e se os parentes acharem que tem o direito de ficar todos na casa do meu noivo??? rsrs o que eu faço o que é ético??

    • Fernanda Floret, disse:

      Jéssyca, você pode fazer um site para colocar todas as informações do seu casamento, como dicas de hospedagem, essa é a melhor forma.

  26. Giselli, disse:

    Meninas…
    Moro em Goiânia e meu noivo também…
    Minha família toda e a dele é de Goiânia, porém meus pais moram em João Pessoa – PB. Eu e meu noivo vamos morar lá também.. E é meu sonho me casar na praia… Olhei o local, e até uma casa para acomodar os convidados… Minha família é humilde e linguaruda.. kkk Acham que eu alugando uma casa para acomodá-los já será o suficiente?? Estou muito nervosa e anciosa… Não sei o que fazer… Estou com medo de preparar a festa e não vir ninguém.. Como contratar os serviços sem saber quantas pessoas virão?? Obrigada!

  27. Dauana, disse:

    Gente, pretendo fazer meu casamento durante um cruzeiro. Como posso indicar no convite que cada um deve pagar a sua ? (vou fazer um site com detalhes sobre tudo e link para quem nao puderir, conseguir ver a cerimonia online ao vivo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>