dj-rosarosa

É fato, quase todos noivos têm entre as prioridades da festa de casamento que a pista seja super animada. Se este é o seu caso, vale a pena investir num bom DJ. É lógico que noivos animados na pista são o mais importante, porque atraí todos os convidados, eleva a energia. Mas um bom DJ sabe o timing certo das músicas, respeita o seu gosto musical, tem os melhores equipamentos de som e iluminação – e isso tudo é super importante! Como contratar o DJ certo para seu casamento? Conversei com alguns dos meus profissionais favoritos de São Paulo, DB2 Produção, FG Produções, Hi-Fi Produções e Muzik Produções – veja as dicas deles abaixo:

db2producao

FGProducoes

hifiproducoes

MuzikProducoes

Fale com os profissionais:

DB2 Produção: contato@db2producao.com.br
FG Produções: contato@fgproducoes.com.br
Hi-Fi Produções: comercial@hifiproducoes.com.br
Muzik Produções: atendimento@muzikproducoes.com.br

converse com a gente
 0      1       0})
DEIXE SEU comentário
1 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Sempre falo que os 5 segredos dos bons casamentos são noivos apaixonados, amigos queridos, comida gostosa, bebida gelada e boa música. Vamos falar agora sobre a parte musical do casamento, como entreter seus convidados? Música certa, na hora certa, no volume certo pode garantir o sucesso da sua festa. Veja nossas dicas abaixo:

Perguntamos para nossos especialistas as vantagens de cada opção!

 O Haislan Portela da Hi-Fi Produções conta que vantagem de ter um bom na festa começa na escolha do repertório: “Há mais flexibilidade de estilos musicais, além disso DJ pode acompanhar a festa com a melhor opção para cada momento dentro de mais de 35.000 musicas, e não fica limitado ao que ensaiou, consegue mudar o clima da pista sem precisar de microfone ou qualquer outro tipo de interação que não seja musical. As pessoas que dão preferência ao trabalho de um DJ normalmente procuram um visual mais atual e moderno em sua festa. Em relação ao custo final, um DJ renomado do mercado de casamento custa cerca de 10% menos que uma boa banda.” Conversamos também com o Diego Briganti da DB2 Produção: “A música que vai escutar é a original, ou seja, Frank Sinatra é Frank Sinatra. Outro ponto é o espaço ocupado pelo DJ em uma festa, que pode ser de até de 3 metros quadrados, enquanto a banda precisa de um palco de 4X3 metros, 12 metros quadrados. E nosso DJ não tem limite de tempo, fica até o último convidado!

 Bandas normalmente sabem energizar uma pista de uma forma muito divertida! Conversamos com o Rodrigo Jun da banda Ambervision: “Não tenho dúvida que a banda dá um destaque maior à festa, principalmente quando entra para abertura e início da pista, que normalmente se dá depois do jantar. A banda dá mais calor ao evento, mesmo porque a função básica é levantar a galera e colocar todos para dançar e para isso nada melhor que bons músicos e entreteiners para essa divertida responsabilidade.”

: Hoje em dia a busca por casamento com a cara dos noivos é prioridade, e muita gente faz isso contratando uma atração musical que tenha a ver com o casal. O Rogério Midlej Consultoria Musical (BSB) oferece atrações como jazz quinteto, dinner show, Bossa Lounge e outros: “A grande vantagem é que optando pela música ao vivo você personaliza mais sua festa, oferecendo uma música de alto nível, que tenha a ver com o seu gosto mas que também agrade a um publico heterogêneo como é o de uma festa de casamento. Essa escolha mostra uma preocupação maior, um carinho especial com seu convidado”. A Ambervision (SP) concorda: “Já colocamos trio de chorinho, roda de samba, LIVE PA com voz e com percussão e até banda de Marchinha de Carnaval. Foram opções bem direcionadas, quase customizadas para adequar ao gosto e desejo do casal, por isso fazem tanto sucesso“.

Perguntamos para nossos experts também 5 músicas que fazem sucesso em casamentos, para vocês já entrarem no clima!

Agradecimentos: Hi-Fi Producões (SP) | DB2 Produção (SP) | Banda Ambervision (SP) | Rogério Midlej Consultoria Musical (BSB) 

converse com a gente
 0      0       0})
DEIXE SEU comentário
18 Comentários
  1. Aninha, disse:

    Excelente dica Fer…
    No meu casamento será banda mas eu queria uma atração especial com bateria, samba, dizem que já ficou batido, mas é muito a nossa cara, só que eu não conheço nenhum. Vocês tem alguém bacana para me indicar?
    Obrigado
    Ana

  2. Thais Oliveira, disse:

    No meu casamento será banda, mas eu queria muito que um cantor MPB que tem aqui na minha cidade tocasse. O problema que esse gosto musical é apenas do meu noivo e meu e fico com medo da festa se tornar chata por conta disso!

  3. karise, disse:

    adorei as dicas. e fico com a opinião do dj. nosso casório tbm terá esse som. o que mais me chama atenção em um dj, além do valor mais “atrativo”, é exatamente o citado: “Frank Sinatra é Frank Sinatra”. nada pior que uma banda tentar cantar música eletrônica e ficar brigando com o ritmo ou com a letra em inglês/espanhol/italiano, enfim rs complicadinho.
    optamos por um dj que é totalmente flexível quanto a escolha do repertório (dizem que alguns fazem do seu jeito e pronto =/) e, ao mesmo tempo, tem excelentes ideias. ah… além do orçamento estar de acordo com o planejado.
    valeu, fer.
    beijos

  4. Cláudia, disse:

    Adorei as dicas, vou me casar ano que vem e estávamos com essa dúvida!!! Queriamos banda, aí fomos em casamento com banda nem tão animado assim e outro com o DJ que quando a pista perdia a atenção dos convidados ele mudava o estilo de música e o pessoal dançou do início ao fim. Pensamos em uma atração especial para tocar na festa, eu e meu noivo somos apaixonados por Samba Rock, mas o problema é que só 15% dos convidados gostam desse tipo de música, a atração especial tinha grande chances de mandar a maioria dos nossos convidados pra casa. É uma decisão bem difícil e delicada… Uma pista de dança vazia é sinonimo de festa desanimada!!!
    Adorei as dicas e acho que vamos acabar ficando com o DJ mesmo!!!
    Beijos

  5. Elisa, disse:

    Optamos apenas por DJ (que tocou no casamento do meu tio e todos gostaram), acho que é a maneira mais econômica e segura (“Frank Sinatra será Frank Sinatra” hihi) de ter musica na festa. Pra garantir vamos fazer uma listinha do que gostamos e do que odiamos. Acho que pro meu mini-wedding tá ótimo.

    Só para tirar um dúvida: quando se tem banda como se faz nos intervalos se nao tiver DJ?

  6. Elisa, disse:

    Fê, uma amiga-irma é dancarina professional de flamenco e toca castanhetas divinamente. Se ela for se apresentar como a gente pode fazer? E quando (o casamento será ao fim da tarde)?

  7. Marina, disse:

    Vou dar a minha dica!
    Meu casorio foi super animado! Durou mais de 10 horas e a seleção musical foi sem dúvida uma das razões. Recomendo o DJ Jean da DB2, ele respeita a sua seleção musical (algo super raro) e o “perfil” dos seus convidados. No meu casamento, a faixa etaria era baixa, então não toquei flash back por muito tempo porque desanima. Foquei nas músicas famosas atuais.
    Gaste uns dias para fazer a seleção musical, é muito importante! Eu, noivo e padrinhos fizemos uma lista de 80 músicas para o Jean entender o nosso estilo.
    Outra dica preciosa: Grupo de Samba Apoteose!! Não é caro, são super animados, profissionais e foram o sucesso da festa!!
    Bjs

  8. Marina, disse:

    Outra dica, não resisti!!!
    Peça para a decoradora fazer uma pista menor que o número de convidados! Aí fica a ideia de que a pista está sempre cheia e os convidados não desanimam!! Conheço muito gente que não dança na pista vazia rsrsrs

  9. Fernanda Rocha, disse:

    Fer, adorei este post!
    Penso em fazer a primeira dança com Michel Bublé The Way You Look Tonigth, mas como dançar isso? rs

    Seria BEM legal se vc postasse algo sobre :)

    Obrigada, amo seu blog.

    • Fernanda Floret, disse:

      Para Fernanda Rocha e Aline – se vocês forem de São Paulo, num dos primeiros posts do blog eu indiquei uma professora de dança de salão, eu já fiz aula com ela, vocês podem contratar para aula particular e aprender com ela alguns passinhos para dançar bonito. O link está aqui: http://www.vestidadenoiva.com/a-valsa-parte-1
      Agora se não quiserem fazer aula de dança de salão, simplesmente deixem o sentimento do momento embalar vocês, dançar de rostinho colado, abraçadinhos, dois pra cá e dois pra lá, também é romântico e lindo! Beijos

  10. Mari Noivinha, disse:

    Adorei o Post.
    Também contratamos um DJ que respeita nossos gostos, já começamos fazer a seleção de músicas para não ficar em cima da hora.Dá um medo de pista vazia em casamento…mas eu vejo por aí que quando os noivos são animados, os convidados vão no embalo.
    Eu tenho uma dúvida Fê, meu DJ vai tocar na cerimônia e Festa. Para a cerimônia, meu noivo escolheu a minha música de entrada que me emociona muito, e meus pais acham os clarins não podem faltar. O que eu faço? Posso usar os clarins só para anunciar minha chegada, e entrar com a música que o noivo escolheu?

    beijos

  11. Aline, disse:

    Adorei o post! : )

    E compartilho da dúvida da Fernanda Rocha….

    Beijos!

  12. Aninha, disse:

    Ola Marina, na onde encontro o contado do Grupo de Samba Apoteose? Não encontrei no google.
    Obrigado
    Ana

  13. Mari Z., disse:

    Eu sou a favor de DJ justamente pelo que o entrevistado disse, “Frank Sinatra é Frank Sinatra”. Agora, se me permitem ser um pouco chata, não entendo essa de atração especial num casamento… acho que desvia um pouco do propósito da festa, a não ser que a atração fique por conta dos noivos, com algum momento de dança ou música executado por eles ou por algum convidado da própria festa, não por um estranho contratado pra isso. Acho que isso, sim, fica bem a cara dos noivos! Mas cada um é cada um, então… ;-)

  14. Larissa Puppim, disse:

    Eu gosto de um mix no casamento: DJ e Banda. É que com a banda, existe maior interação com os convidados, o que torna a festa super animada.
    No entanto, existem músicas (por ex, eletrônicas), que muitas vezes não são tocadas pelas bandas, e na minha opinião também são essenciais.
    Assim, para agradar a todos, prefiro a presença dos dois numa festa de casamento :)

  15. Elisangela, disse:

    Eu amooooo esse site , já sou dependente tenho buscado aqui dicas quase que diariamente,muito obrigado por trazer matérias que tem auxiliado a tantas noivinhas como eu, aproveito o espaço pra pedir uma matéria sobre a dança dos noivos bjs…

  16. Deborah Sabatini, disse:

    As pessoas mais de certa idade como eu, rsrsrs gostam mais de banda… O povo mais jovem gosta de DJ… Eu particularmente sou fã de música ao vivo! Nada como um som de instrumento ao vivo, voz ao vivo.. Adoro instrumentos de sopro e pra mim fazem toda a diferença!! Então vou de banda certeza!! Além de animar e interagir mais com os convidados… Sei que é difícil pelo valor, mas vou por banda e DJ depois…acho que fica completo e agrada todos os gostos… Pra quem dispõe do orçamento é uma alternativa bem legal!! Esse negócio de que banda distorce a música é pra banda ruim… O problema é que uma banda boa custa caro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Uma das grandes tendências de 2012 e para os próximos anos são os casamentos com menor impacto no meio ambiente. Mas como fazer isto? Conversamos com o Diego Briganti, da empresa DB2 Produção, para saber o que devemos conferir na hora de contratar som e iluminação para sua festa de forma eficiente pensando no meio ambiente.


O que os noivos devem se preocupar em relação a som e luz para ter um impacto menor no ambiente?

Em relação a DJ, banda, iluminação e imagem, hoje em dia há uma gama grande de equipamentos nesta área e as empresas devem sempre se atualizar e buscar soluções mais práticas para diminuir o impacto:

 Equipamento mais eficientes de sonorização com potência DIGITAL, que consegue uma eficiência de até 30% a mais que as antigas analógicas, com o mesmo consumo de energia elétrica.

 Trabalhar com equipamento ADEQUADO para cada evento: se colocar pouco, faltará e precisará forçar mais para conseguir o que deseja; se colocar muito, será um desperdício. O ideal é ter boa orientação e sempre procurar um bom profissional para orientar e dizer o que fazer.

 Com a tecnologia, veio o aproveitamento de espaço e diminuição de peso, ou seja, isto ajuda tanto na montagem como no transporte. Hoje para montagem precisamos de carros conhecidos como CAMINHONETAS, que são mini caminhões. Seu consumo é menor, seus pneus são menores, seu baú é menor e com isto é minimizado a produção de CO2.

Em relação à iluminação ambiente, pista de dança e palco: Hoje existe uma tecnologia que todos já ouviram falar, o LED (Diodo Emissor de Luz), que é uma fonte de luz que precisa de muita pouca energia para emitir LUZ.

Para vocês terem um ideia, uma lâmpada de 60W comum dura 2000 horas e o seu consumo são de 60w. O LED, para dar a mesma “quantidade de luz de 60w, precisa apenas de 3w e dura cerca de 60 mil horas.

 Este novo elemento fez com que os Moving Light Head (Robôs de iluminação) e os refletores de palco estão sendo trocados por esta nova “lâmpada” de consumo menor.

 O LED também não esquenta tanto quanto as lâmpadas analógicas, que deixam o ambiente quente fazendo o AR CONDICIONADO do local ter que trabalhar muito mais para esfriar o ambiente.

 Este foi o grande salto para minimizar o impacto no meio ambiente, pois o consumo consegue ser de até 85% comparados pelas lâmpadas quentes.

Sobre o quesito imagem, hoje temos o Painel de LED e as TVs de LCD de LED. Estas últimas fazem o mesmo trabalho mas o consumo é menor e sua visibilidade é bem maior. Temos hoje até projetor de LED, que vem para ter o mesmo impacto, diminuir consumo de energia elétrica.

Importante falamos dos cabos de sinal e energia: está foi a grande virada, o cobre sempre foi reutilizado, ou seja, sempre foi reciclado por ser um metal nobre. Agora é a vez da borracha, que vem sendo reciclada, com uso de pneus velhos. Os plugues e conectores já são recicláveis.

E por último, o Gerador: Solicitar gerador a Combustível vegetal ou até a Gás (ainda muito caro para eventos).

Viram como é importante os noivos saberem que tipo de material eles estão contratando? Só sabendo tudo isso para se ter uma ideia se o profissional esta se preocupando em minimizar o impacto com meio ambiente.

Lógico que todas estas tecnologias garantem menor impacto no meio ambiente se a equipe que coordena tudo tem esta conscientização.

Sabemos que o custo disso é mais caro, quantos % mais caro do que fazer da forma tradicional?

Realmente o custo hoje ainda mais alto, mas o impacto final está em cerca de:

30% a mais para Iluminação Cênica – Ainda é mais caro pelo fato de termos que ligar 02 cabos por refletor (sinal e energia) e do produto ser 40 vezes mais caro que o antigo.

0% para sistema de som – Para os fornecedores que investiram, hoje o valor se iguala ao antigo, então perguntem qual sistema se usa, se é digital ou analógico.

0% para sistema de iluminação de pista de dança – Com a tecnologia de LED, o equipamento ficou mais barato, pois precisa de menos componentes e estrutura para suportar altas temperaturas que as lâmpadas a gás faziam.

40% para imagem – Sempre buscando melhorar a resolução, faz com que o valor aumente, é este o grande motivo. Se quiser baixa resolução, vamos ter um valor compatível ao sistema antigo, mas hoje quem tem sinal de TV HD, não quer uma projeção pior, quer melhor!

Estes valores são um comparativos feito pela empresa DB2 Produção em relação ao equipamento analógico. Lembrando que o importante é comemorar sem prejudicar o ambiente ;-)

Obrigada para Diego Briganti por todas as dicas e esclarecimentos!

converse com a gente
 0      0       0})
DEIXE SEU comentário
7 Comentários
  1. Isabel Medeiros, disse:

    Parabéns pela matéria com o Diego. Aqui temos ótimos parâmetros, no que se refere a luz e som, para as noivas planejarem menor impacto nos seus casamentos. Elas estão cada vez mais envolvidas com responsabilidade socioambiental e isso é muito bom para o mercado. Fornecedores com mais qualidade e eficiência. bjs

  2. Raoní Aguiar, disse:

    Muito legal esse post. Acredito que deva ser um cuidado que devemos ter sempre, e no casamento não precisa ser diferente.
    Parabéns pela preocupação ambiental.

  3. wil lima, disse:

    muito boa idéia mesmo , uma outra solução é uso de reciclagem nas decorações é uma tendencia que ta crescendo .

  4. Heloisa Seelinger, disse:

    Parabéns pela matéria!
    Tenho certeza que cada um fazendo a sua parte consegue-se construir um mundo melhor.

  5. Fê - Sushi, disse:

    Sou suspeita, né? Mas acredito que apesar de alguns custos serem maiores, vale à pena contratar serviços mais “verdes”.
    Quando todos nós estivermos exigindo e usando esses serviços (e produtos) o custo certamente cairá.
    Ganham consumidores e planeta!

    Parabéns pelo post, Fê!
    Muito importante trazer essas informações para as noivas!

    Beijos

  6. Adriele, disse:

    Meu marido é o mais preocupado de nós dois no “viver ecologicamente correto”, ele amou o post. Mas o que nós mais somos contra em casamento e festas afim, sao a quantidade enorme de forminhas para os docinhos. é uma puro producao de lixo (fica lindo, eu sei, é um charme, eu sei, mas que é poluicao tambem, é…)

  7. Thiers Kondo, disse:

    Boa tarde,
    achei interessante esta parte sobre iluminação,
    você contrata light designer ou arquitetos para melhoria dos projetos? Ou uma empresa que faz eventos cuida dessa parte?

    Sucesso

    Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>