Lua-de-Mel-Casal-Esportista

Na dúvida sobre o destino da lua de mel? Vamos começar uma série de posts com sugestões para estilos diferentes de casais. Perguntei para nossos especialistas em viagens 3 sugestões de lua de mel especial para casais esportistas:

lua_de_mel-cinqtour

Vdn1Destino: Queenstown, Nova Zelândia

Quem leva: Cinqtours

Por que ir: Cenários perfeitos e paisagens inacreditáveis, lugares espetaculares para praticar todos os tipos de esportes, Queenstown é a capital dos esportes radicais. Lagos, montanhas, fiords inesquecíveis estão entre as opções para praticas de esportes na água, terra e ar! Não falta nada para quem gosta de movimentar o corpo!

Onde se hospedar: Matakauri Lodge, um retiro de luxo exclusivo localizado em um cenário deslumbrante que parece o fim da Terra.

Melhor época para ir: a Nova Zelândia é sempre um espetáculo, seja qual for a temperatura.

lua_de_mel-canvastravel

VDN2Destino: Maui, Havaí

Quem leva: Canvas Travel

Por que ir: Além de praias de areias negras, estradas que serpenteiam entre encostas verdejantes e enormes vulcões extintos, Maui vibra com a colorida cultura havaiana, tem algumas das melhores praias do mundo, e muita diversão para quem gosta de ecoturismo.

Onde se hospedar: Four Seasons at Wailea

Melhor época para ir: o ano todo!

lua_de_mel-megtur

vdn3Destino: Roteiro de bike no Vale do Loire

Quem leva: Megtur

Por que ir: A região conhecida como “Jardim da França” é romântica e ao mesmo tempo perfeita para ciclistas. No percurso, o casal encontrará mais de 200 castelos, paisagens naturais deslumbrantes e culinária francesa requintada. E ainda terá tempo para apreciar a paisagem e visitar os castelos que desejar.

Onde se hospedar: Hotéis boutique ou castelos pelo percurso.

Melhor época para ir: Primavera na Europa (março a maio).

 

converse com a gente
 0      0       0})
DEIXE SEU comentário
2 Comentários
  1. renatafloret, disse:

    Quando estava em Provence vi varios grupos e casais fazendo o roteiro dos vilarejos de bike, achei o máximo, mas precisa ter muito preparo! Este roteiro pelo Loire deve ser lindo também!

  2. Lisley Arthur, disse:

    Eu moro na Nova Zelandia e definitivamente indicaria como um destino perfito para uma lua de mel!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

CasaValduga

Não sei se eu começo o post dizendo que serve de inspiração para um casamento, uma sugestão de bebida, destino de uma viagem romântica, quem sabe para comemorar algum aniversário de casamento. Ou se digo que amo conhecer histórias de empresas brasileiras de sucesso como da Casa Valduga, com gente simples e feliz por trás. Isso não é nenhum publi-post, mas semana passada fui convidada pelo banqueteiro Marcelo Sampaio (embaixador da Casa Valduga) e pela própria para passar um fim de semana conhecendo a vinícola e amei tanto que não tem como não compartilhar com vocês aqui. Junto conosco também estavam a assessora de casamentos Marina Bedaque e o diretor da Cocketelaria, Caio Collavini.

Vocês sabiam que a média de consumo de espumante por ano na França é de 30 litros, enquanto no Brasil apenas 75ml, ou seja menos de um copo? Moral da história: precisamos brindar mais, beber mais espumantes! A região de Bento Gonçalves, RS vem a cada ano sendo mais reconhecida como produtora de excelentes espumantes premiados internacionalmente, como o Casa Valduga 130 Anos, considerado pela crítica o melhor espumante do Brasil e ótima opção para casamentos (essa dica é para todas aquelas que me enviam e-mails semanalmente pedindo boas opções de espumantes para a festa!)

Bom, a nossa viagem foi fantástica, cercados pelo carinho ímpar que o pessoal do Sul do Brasil sabe receber, além de muita comida e bebida o tempo todo. Começamos visitando a Domno, empresa mais jovem do grupo Valduga, onde degustamos o excelente espumante Nero. Depois seguimos para a Villa Valduga, onde ficamos hospedados e começou a comilança (melhor massa com molho ao pesto e melhor sagu da vida!). :-)

Casa-Valduga_01 Casa-Valduga_02 Casa-Valduga_03 Casa-Valduga_04 Casa-Valduga_05 Casa-Valduga_06 Casa-Valduga_07

 

Fomos para lá na época certa, de janeiro a março acontece a Vindima, a época da colheita das uvas. Teve toda uma programação especial com café da manhã sob os parreirais, colheita das uvas, pisa das uvas, danças típicas. Conhecemos o processo de produção do vinho, bebi direto da fonte, comprei geléias na Casa Madeira… Experiência super bacana! Casa-Valduga_09 Casa-Valduga_10 Casa-Valduga_11 Casa-Valduga_12 Casa-Valduga_13 Casa-Valduga_14 Casa-Valduga_15 Casa-Valduga_16 Casa-Valduga_17 Casa-Valduga_18 Casa-Valduga_19 Casa-Valduga_20 Casa-Valduga_21 Casa-Valduga_22 Casa-Valduga_23 Casa-Valduga_24 Casa-Valduga_25 Casa-Valduga_26 Casa-Valduga_27 Casa-Valduga_28 Casa-Valduga_29 Casa-Valduga_30vindima_pisa-uvas Casa-Valduga_32 Casa-Valduga_33 Casa-Valduga_34

No último dia aproveitamos para passar na loja dos produtos da Casa Valduga para as últimas comprinhas (onde tive a honra de conhecer o Sr. João Valduga) e almoço delícia na Casa Madeira (junto com a super querida Luisa Valduga). Um último comentário: lá eles organizam casamentos (imagina uma mesa comunitária sob as parreiras, um sonho!) e também achei ótima opção para comemorar aniversário de casamento!

Casa-Valduga_35 Casa-Valduga_36 Casa-Valduga_37 Casa-Valduga_38 Casa-Valduga_39 Casa-Valduga_40 Casa-Valduga_41

Fotos: Fernanda Floret

Para informações sobre os vinhos e espumantes: enoboutique@casavalduga.com.br

 

converse com a gente
 0      0       0})
DEIXE SEU comentário
10 Comentários
  1. Emili Mezzomo, disse:

    Fer queridaa, que prazer e felicidade em saber que conheceste um pouco na nossa terrinha aqui no Sul. Moro em Carlos Barbosa, do ladinho de Bento Gonçalves, e com certeza afirmo que nossas vinícolas são excelentes. É muito bom saber que vocês gostaram do passeio. Espero que voltem outras vezes =)

  2. Renata Floret, disse:

    Que delicia!!! Me deu fome e sede de vinho! Rs!

  3. Elis, disse:

    Toda a região do vale dos vinhedos é realmente maravilhosa…

  4. Mimi_Steiner, disse:

    Olá Fer!
    Moro em Caxias do Sul, cidade próxima de Bento Gonçalves. Que bom que vc pode conhecer um pouco dessas belezas, vivemos numa região privilegiada!! Amei as fotos! Parabéns!

    • Fernanda Floret, disse:

      Oi Mimi_Steiner, adoro Caxias do Sul, estarei aí semana que vem, vou na festa da uva! Beijos!

  5. Manuella, disse:

    Fer, será que você pode dar dicas sobre qual pousada você ficou?! Entrei no site da Villa Valduga e descobri que existem várias!!

    Beijossss

    • Fernanda Floret, disse:

      Manuella, eu fique na “identidade”. Não sei te dizer se é a melhor opção da Villa Valduga, você pode perguntar para eles na reserva. O meu quarto tinha vista uma vista linda para os parreirais! Beijos

  6. ignez, disse:

    Meu casamento será na Valduga 18/10/2014. realmente lá e um sonho, e são tão queridos.

    • Fernanda Floret, disse:

      Ignez, depois me manda as fotos! :-)

  7. CHRISTIAN DAHL, disse:

    Realmente,maravilhoso,lugar super bem cuidado.Vinhos saborosos,mesa clássica,tudo no ponto,parabéns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

LuadeMel-Londres_69

Ficou apenas faltando contar dos últimos 2 dias!

Dia 7

Em blogs, em geral, as pessoas têm a tendência a só contar as maravilhas, em como deu tudo certo na viagem, mas eu conto o que deu errado também, rs! Era o 1° dia do ano e faltava ainda a gente conhecer o Tower of London. Verifiquei no site se estaria fechado (por ser dia feriado) e não mencionava nada, inclusive mencionava que estarei fechado no Natal, mas não falava nada sobre o dia 1°. Pegamos o metrô e fomos para lá… E estava fechado. Sem planos para o resto do dia, saímos andando… Chovia muito neste dia, mas fizemos como os londrinos: ignoramos completamente a chuva! Atravessamos Tower Bridge e fomos andando pelo Queen’s Walk, passamos pelo Borough Market (que estava fechado também, fica para a próxima viagem!), Shakespere’s Globe Exhibition e Tate Modern. O Museu Tate Modern estava aberto (salvação) e como gosto de arte moderna, adorei o passeio. E a loja do museu cheia de livros bacanas? É de ficar louca!

De lá atravessamos a Millennium Bridge e já saimos de frente à St Paul’s Cathedral, onde a princesa Diana e Charles se casaram. Apesar do dia chuvoso e cinza, simplesmente amamos essa caminhada toda e conhecer este lado da cidade. Como já era quase 3 da tarde, almoçamos numa lanchonete ali em frente a catedral chamada Gourment Burger Kitchen que foi bem prático e gostoso (chega uma hora que você não aguenta mais restaurante caro e quer um simpes hambúrger, rs!).

Para noite, como eu tinha imaginado que a maioria dos lugares estariam fechados, comprei com antecedência ingressos para um musical. Escolhemos o Billy Elliot: no começo eu não estava gostando muito mas do meio para o final amei… Que menininho fofo!! Vale muito a pena! Como eu não sabia que horas terminaria a peça, não fiz reserva em nenhum restaurante… Pegamos o metrô para Picadilly e saímos andando em busca de restaurante aberto. Depois de uns 3 que já estavam para fechar e não fomos muito bem-vindos, eis que encontramos o San Carlo Cicchetti, um italiano quase ao lado da estação de metrô Picaddilly Circus e que aparentemente fica aberto até mais tarde e foi um achado. Garçom super simpático (falava umas mil línguas, em cada mesa o cara falava a língua local – ou enrolava bem – dos clientes), comida em pequenas porções para pedir várias e compartilhar com o marido (adoro isso, é bom para provar um pouco de várias coisas!).

LuadeMel-Londres_60 LuadeMel-Londres_61 LuadeMel-Londres_62 LuadeMel-Londres_63

Dia 8

Ainda bem tínhamos mais um dia, senão eu teria ficado muito chateada de não ir no Tower of London! Mas deu tudo certo, diferente do dia anterior, este dia estava lindo com céu azul e sol. Amei conhecer as joias da realeza. Eu não fazia ideia que a coroa da rainha Elizabeth II ficava disponível para todo mundo poder ver, a gente literalmente entra no cofre da realeza, é demais! (não podia tirar fotos, sorry!). De lá fomos para umas comprinhas finais, almoço rápido no Gourment Burger Kitchen novamente (preguiça de pensar em outro lugar no último dia da viagem, rs!), corremos para o hotel pegar as malas e fomos direto para o aeroporto.

O único restaurante que eu queria ter ido e não deu tempo foi o Nopi Soho, indicado pela Bella Cabral. Já está na minha listinha para a próxima viagem. Se você estiver indo para Londres, faça a reserva, só ouvi falar bem.

LuadeMel-Londres_64 LuadeMel-Londres_65 LuadeMel-Londres_66 LuadeMel-Londres_67 LuadeMel-Londres_68 LuadeMel-Londres_69

Fotos: Fernanda Floret | Agência de Viagem: Canvas Travel 

converse com a gente
 0      0       0})
DEIXE SEU comentário
4 Comentários
  1. Cássia, disse:

    chega uma hora que você não aguenta mais restaurante caro e quer um simpes hambúrger, rs!

    Nada como ser rycah, né

  2. Maisa, disse:

    Nossa adorei a fotos Fernanda, amooo cada post de viagens suas…você tem sensibilidade e talento para escrever as dicas que realmente são úteis para nós…
    bJS.
    Adorei o novo layout do blog

  3. Ludmila, disse:

    Que pena que você não conseguiu ir ao Borough Market, o melhor queijo quente que já comi na vida é de lá!!! E acredite, não trata-se de qualquer queijo quente, este é divino!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>