Casamento_Davi_e_Caroline0130

Eles se conheceram exatamente um ano antes do casamento. Sim, apenas um ano! Dois meses depois já estavam marcando a data do casamento, já sabiam que era o destino ficarem juntos. Hoje estão casados e muito felizes! A prioridade era uma festa de casamento com a leveza da mistura entre praia e campo, música e comida boa, contou a noiva.

Foi um casamento estilo rústico, daqueles que todos os amigos se sentem super à vontade e o clima é de pura alegria. A Caroline conta mais sobre os fornecedores escolhidos por ela:

Cada fornecedor foi escolhido a dedo! O principal foi a escolha do lugar, que nos deixou maravilhados com aquela praia artificial e todo aquele verde em sua volta! Cada fornecedor fez do nosso casamento um conto de fadas! Todos amigos que casaram, falaram que sempre algo dá errado, mas que no final tudo daria certo! Eu não tive o que falar! Tudo deu certo! Tudo em perfeita harmonia! A decoração e meu buquê incríveis, deixei a Tuca Benetti criar, não fiz nenhuma exigência! Ela é o máximo! A equipe da Nani Bernardo Gastronomia, não teve ninguém que não elogiou desde a entrada até o lanchinho da madrugada! A Layla Eloá com as fotos, ela é capaz de subir no teto para pegar a melhor foto! A equipe da Magnolia Noivas, com cabelo e maquiagem perfeitos e o meu vestido… A Carla Gaspar me fez chorar de tão lindo! Enfim… O casamento dos nossos sonhos e pensando em todos que fizeram parte da nossa história, curtinha, porém para sempre!“.

relação de profissionais desse casamento

Fotos: Layla Eloá (SP)

Vídeo: Nano Filmes (Sorocaba, SP)

Local da Cerimônia e Recepção: Resort Dois Santos (Porto Feliz, SP)

Assessoria: As Benditas (SP)

Decoração: Tuca Benetti (SP)

Buffet: Nani Bernardo Gastronomia (SP)

Bar: Bar e Barman (SP)

Bolo e Doces: Leila Savioli (Sorocaba, SP)

Noivinhos: Nanda Teixeira (RJ)

Banda: Banda Intuição (Sorocaba, SP)

Iluminação: Me Produções (Sorocaba, SP)

Convites: As Benditas (SP)

Plaquinhas ou acessórios de pista: As Benditas (SP) e Tuca Benetti (SP)

Vestido de Noiva: Carla Gaspar (SP)

Acessório: D. Cantídio (SP)

Beleza: Magnolia Noivas (SP)

Sapatos: Juliana Bicudo (SP)

Traje do Noivo: Ricardo Almeida (SP)

Alianças: Morato Joias (SP)

converse com a gente
 0      4       100})
DEIXE SEU comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

rasteirinhas-casamento

Quando eu era noiva, lá em 2007, lembro que uma assessora de casamento me perguntou se eu iria distribuir rasteirinhas (naquela época só existiam as Havaianas mesmo, rs!) na minha festa. Eu respondi que não sabia ainda porque o casamento seria apenas em 2008 e a ideia já estaria “batida”. Engano meu! Rasteirinhas são mais do que um modismo, elas vieram mesmo para ficar (faz tempo!) nos casamento brasileiros. Aliás, são a cara dos casamentos brasileiros! São úteis, antes de tudo: o objetivo é que as mulheres não fiquem com os pés doendo e troquem o salto pela rasteirinha para não parar de dançar, afinal toda noiva quer pista cheia o tempo todo. Além da utilidade na festa, vira uma boa lembrancinha que a convidada pode usar muitas vezes depois e sempre lembrar do seu casamento.

Apesar de não ser uma novidade, diariamente recebo muitas dúvidas de noivas sobre o assunto. Reuni todas neste post e conversei com uma das fornecedores que mais entendem do assunto, a Marina Furtado da Gift Chic. À seguir, todas as respostas:

1) Como saber qual quantidade comprar?
Algumas noivas ficam em dúvida se são para todos os convidados ou apenas as mulheres. As rasteirinha são somente para as mulheres porque o objetivo é descansar os pés do salto! Homens não tem esse problema, gente (rs!). E não precisa se preocupar com outra lembrancinha para os homens, sinceramente na minha opinião eles não ligam para isso (o bem-casado serve para todos!). A Gift Chic indica comprar rasteirinhas para metade do número de convidados da sua festa. Por exemplo, para festa de 500 convidados, são 250 rasteirinhas – isso pensando que em geral a lista é metade homem e metade mulher, assim estará comprando para todas as mulheres. Mas lógico que você conhece sua festa melhor que todo mundo. Se sabe que na lista tem mais mulheres do que homens, compre uma quantidade maior. O que não pode acontecer de jeito nenhum é ter menos rasteirinhas do que o número de convidadas, para não gerar constrangimento de alguém ficar sem. Comprar apenas para madrinhas, de forma alguma! Não é elegante proporcionar conforto para algumas poucas pessoas e não para as outras. Ou presenteia todas as mulheres da festa, ou ninguém.

2) Como saber a quantidade por tamanho?
Não precisa sair perguntando convidada por convidada qual tamanho usam, até porque sempre tem alguém que vai faltar na festa, alguém que vai a mais, não se estresse com isso. A Gift Chic tem uma tabela de sugestão baseada na experiência de anos em que eles fornecem rasteirinhas e super funciona! Mas, mais uma vez, você conhece seus convidados melhor do que ninguém. Se é um casamento com muitas convidadas japonesas, aumento o número de rasteirinhas menores. Já se é uma casamento que terá muitas modelos, os números maiores precisam ser aumentados. Nas no geral, pode confiar na tabela abaixo!

tamanho-rasteirinhas-casamento

3) Hoje em dia há várias opções de modelos. Como escolher o mais certo para a festa?
Gift Chic sempre conversa com a noiva para saber mais da decoração do casamento e harmonizar as rasteirinhas de acordo. Por exemplo, se o casamento é na praia, há as opções de rasteirinhas de palha ou com flor. Casamentos clássicos podem ter rasteirinhas de matelassê, com camélia. Se no casamento terá muitos convidados estrangeiros, eles vão amar rasteirinhas verde e amarelo, e por aí vai. As rasteirinhas nas cores dourado, prateada ou champanhe são as que melhores harmonizam com tudo e todo mundo gosta.

4) Com quanto tempo de antecedência fazer o pedido?
Para não ter problema da produção estar lotada ou mesmo para entregas fora de São Paulo, a  Gift Chic indica encomendar de 6 a 3 meses de antecedência. Nesta época você já tem os detalhes da decoração bem definidos e pode definir e encomendar as rasteirinhas, e assim já tira esse item da lista! Dá para encomendar com menos de 3 meses também, mas depende do modelos escolhido, local de entrega e agenda de produção da empresa. Lembrando que a Gift Chic entrega em todo o Brasil.

5) Qual a melhor hora de distribuir as rasteirinhas na festa?
A Gift Chic indica distribuir quando abre a pista: “Muitas convidadas nesse momento ainda não estão com os pés doendo e ainda querem ficar mais um pouquinho no salto, mas saber que sua rasteirinha já está ali para quando precisar, traz um conforto para a convidada“.

6) Como distribuir as rasteirinhas?
Existem várias opções, converse com sua assessora/ cerimonialista para alinhar a melhor opção para sua festa. Se no local tiver chapelaria, as rasteirinhas podem ficar na chapelaria para serem retiradas ali. Algumas assessorias distribuem “vale rasteirinha” para todas as convidadas na entrada da festa e avisam para que seja retiarado na chapelaria. Eu particularmente prefiro acreditar que ninguém vai pegar mais de uma, e portanto o “vale” é meio desnecessário, mas enfim, cada um sabe de seus convidados. Outra opção é distribuir perto da pista, afinal o objetivo é mesmo que as pessoas fiquem na pista! Neste caso, nunca deixe todas as rasteirinhas com apenas uma pessoa para distribuir porque vai virar tumulto. Várias assessoras devem distribuir simultaneamente, cada uma com uma numeração, assim fica mais fácil. Para distribuir podem ser usados bandejas ou cestas bonitinhas.

7) Personalizar as rasteirinhas ou não?
Na minha opinião, quando a rasteirinha não tem o nome/ monograma (caricatura nem vou falar porque acho horrível!) dos noivos, as convidadas irão usar muito mais depois da festa! Afinal, convenhamos, quem vai usar na praia/ clube uma rasteirinha com nome de outra pessoa? Eu não uso. E não precisa ter o nome dos noivos para que as convidadas se lembrem deles cada vez que usar a lembrancinha! Se quiser personalizar de alguma forma, pode ser com uma estampa exclusiva, um pingente diferente ou alguma palavra/ frase especial. Uma vez fui num casamento em que os noivos iriam morar na Itália após o casamento, e por isso personalizaram as rasteirinhas com frases de amor escritas em italiano. Ficou lindo e eu uso até hoje!

8) Alguma forma de deixar as rasteirinhas das madrinhas mais especial?
Como eu já disse antes, rasteirinha tem que ter para todas as convidadas. Mas caso você queira um mimo mais caprichado para as madrinhas, a Gift Chic tem embalagens especiais ou necessaries lindas combinando com as rasteirinhas.

relação de profissionais desse casamento

Site: giftchic.com.br

E-mail: atendimento@giftchic.com.br

Telefone: (11)3582-6812

converse com a gente
 0      1       0})
DEIXE SEU comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

vidadecasada_fernandafloret

A gente conversa por aqui sobre todos os detalhes da festa de casamento, mas sendo sincera mesmo, o mais importante é o que vem depois, o casamento em si, a vida a dois. É uma delícia, eu super recomendo casar! Já completei 6 anos de casada e sem querer ser pretenciosa (mas já sendo), tenho um casamento super feliz! Cada casal é de um jeito, cada um tem uma convivência e valores diferentes, então o objetivo aqui não é criar um “Manual do Casamento Feliz”, mas listei abaixo as 5 coisas que considero importante, que dão certo do meu casamento:

Vdn1 Falar “Eu te Amo”. A gente tem até uma competição interna de quem fala ‘eu te amo’ primeiro ao acordar. E falamos várias vezes ao longo do dia, todos os dias. Naquelas horas em que o mundo está caindo em nossas cabeças de tanto trabalho, meu marido costuma enviar mensagem com ‘pausa para dizer te amo’. Acho importante expressar carinho pela pessoa e receber o carinho de volta também. Faz bem falar que ama o outro tanto quando escutar. Não deixe a loucura do dia a dia perder esse gesto simples de amor.

VDN2 Cada um ter seu momento. Não entendo conhecidas minhas que não deixam o marido sair com os amigos, implicam com o futebol no meio da semana ou proíbem ter vídeo game em casa. Da mesma forma que não entendo homens que não deixam a esposa sair com as amigas, ir numa festa sem ele ou qualquer coisa assim. Isso para mim é insegurança. E eu tenho pé atrás com gente insegura, rs! Casamento é vida à dois, mas é super importante respeitar a individualidade de cada um, cada um ter seu momento, praticar seus hobbies. Meu marido ama jogar vídeo game, seria um absurdo eu não deixar ele ter esse momento de descontração. Da mesma forma que eu tenho muitos eventos noturnos por causa do blog, e vou sem ele sem problemas, ele entende que é meu trabalho, respeita e incentiva.

vdn3 Compartilhar os mesmos sonhos. Por mais que cada um seja um indivíduo diferente e em muitas vezes, em momentos diferentes da vida profissionalmente, é importante compartilhar os mesmos sonhos. E melhor ainda, realizar juntos os sonhos! Quais são os sonhos juntos seu e do seu marido? Uma viagem, um casa nova, um carro novo, um filho, um cachorro, uma experiência profissional no exterior… Não importa. O importante é conversar e ter esse alinhamento de sonhos e expectativas, e traçar o plano para alcançar os sonhos. Eu e meu marido sempre conversamos a cada ano qual vai ser a viagem do sonho, a hora certa de comprar o apartamento novo, onde investir o dinheiro, enfim, sonhamos e planejamos juntos.

vdn4 Construir juntos a vida financeira do casal. Não sei se vocês sabem, mas uma das maiores razões de divórcios são os problemas financeiros. Quando o casal tem bom controle financeiro (e isso não tem nada a ver com ser rico), a vida fica mais leve, fácil e prazerosa. Aqui em casa eu e meu marido sabemos exatamente quanto cada um ganha, quanto gasta, onde investimos o dinheiro. Consideramos o dinheiro como nosso, e não meu e dele, afinal todo nosso dinheiro vai para realizar o item acima, de compartilhar os mesmos sonhos. Quando eu casei, li alguns livros sobre planejamento financeiro doméstico, fiz um curso (gratuito) na bolsa de valores de São Paulo, fui atrás de aprender melhor esse mundo financeiro, já que não aprendemos na escola economia doméstica (o que acho um absurdo, em outros países existe essa matéria e aqui no Brasil as pessoas têm realmente muita dificuldade para lidar com cartão de crédito e economia doméstica). Confesso que não entendo muito bem casais que não conversam sobre as despesas domésticas ou só sabem brigar por dinheiro, ao invés de construir uma planilha de receita e despesas juntos.

vdn5 Respeitar, Elogiar, Namorar. A vida deve ser leve. Sei que para alguns casais, brigar e falar palavrões um para o outro é até “normal”. Isso nunca foi normal para mim. Em 6 anos de casada e 11 anos desde o namoro, nós nunca xingamos um ao outro com insultos e palavrões. Respeito é tudo. Quer brigar? Use argumentos, não xingamentos. Acho que uma vez que o casal perde o respeito um pelo outro, fica mais difícil. O clima no nosso lar é de repeito, carinho, amor e amizade. Sexo é muito importante para o casamento feliz. Assim como o respeito, os elogios, o compartilhamento das tarefas. O segredo é saber balancear tudo em cada mínimo detalhe do dia a dia. É fácil, é só estar aberta a ter um lar onde só entram energias boas e não perder tempo com implicâncias desnecessárias.

Vida de casada é muito boa, recomendo ;-)

converse com a gente
 0      2       0})
DEIXE SEU comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>