FIQUE POR DENTRO

Cadastre-se abaixo e receba as todas as novidades do Vestida de Noiva!

JÁ SOU CADASTRADO(A)

Casamento Industrial | Regina + Fabio

Pensem no casamento que eu adoraria ter ou estar lá como convidada! Desde quando vi nas redes sociais um pouco dos preparativos, já estava surtando! Decoração descolada industrial, ideias fora do óbvio, prioridade na comida (Buffet Amici, que amamos!) e bebida (da Casa Lisboa) e energia maravilhosa. Achei demais! Estou muito feliz da noiva ter contado todos os detalhes para a gente:

“Meu sonho era ter um miniwedding (estilo Toscana), porém o noivo é a melhor pessoa do mundo, amigo de meio mundo e conclusão nossa lista tinha 400 convidados.

Ambos somos de famílias muito religiosa, por isso escolhemos a Capela da PUC. A escolha de entrar sem bouquet e carregando uma Nossa Senhora (que mandei fazer) foi um agradecimento especial a Ela que sempre acompanhou todos os nossos caminhos e que certamente estava me conduzindo ao “homem da minha vida”. Não faria sentido algum entrar sem olhar e sem estar com Ela nos braços!.. Ja estou chorando só de lembrar!

A festa foi planejada para 340 pessoas e foram 320 convidados. Fizemos tudo em pouco mais de 3 meses. Pelo fato de ambos trabalharem com eventos, tudo ficou mais tranquilo para organizarmos.

O Fa tem uma produtora de filmes que se chama Jabuticaba e também tem a sociedade com o chef Raphael Despirite que se chama Fechado Para Jantar (eventos itinerantes com alta gastronomia com formato e decoração totalmente diferente do tradicional). Foi a partir daí que surgiu a ideia de realizarmos o casamento em um lugar que não fosse nada clássico! Pesquisamos e encontramos a Vila Sao Paulo (antiga fábrica têxtil). Lugar super charmoso que acomodou super bem o número de convidados que tínhamos.

Praticamente toda a ideia de decoração surgiu do Fa… Ele no ‘Fechado Para Jantar’ faz toda a parte de cenografia e produção, que encanta a tantos clientes! Por isso, a ideia era algo industrial, que lembrasse o local, sem flores, mas com a nossa cara!

As mesas comunitárias cumpridas de madeiras foram escolhidas para lembrar também as festas da minha família na Itália que são sempre em mesas cumpridas! Elas eram compostas de: pedras de ardósias simbolizando souplasts com o nome de cada convidado. Ou seja, o convidado chegava na festa e era indicado para um setor. Cada coluna de mesas cumpridas tinha um setor que nos dois separamos com muito carinho, colocando as pessoas que se conheciam perto.  Em todas as mesas tínhamos luminárias desenvolvidas pelo Fa e sua equipe, com luzes e lâmpadas e um cordão de fio de aço. Nela estava pendurado uma espécie de retrospectiva em fotos…. A nossa ideia era que todos os convidados tivessem fotos conosco ou somente comigo ou somente com o Fa, mas que atrás estivesse um recado personalizado e que pudessem levar para casa como recordação. 

Alem disso, tínhamos os talheres dispostos em blocos de concreto com sal grosso, guardanapos de pano em porta guardanapos (braços de canos), copos estilo americano baixos e de vidro, o menu (papel kraft) estava enrolando os pães italianos que mandamos fazer em tamanho especial na Panificaria Sao Domingos.

Somos completamente apaixonados pelos nossos pais e fizemos questão de demostrar e homenageá-los no casamento. Fizemos em formato de banca de feira a ilha de antepastos (com sardela, alichela, partes, presuntos, queijos todos preparados pela minha família e meu pai que é italiano) que se chamou Antepastos do Natalinho (nome do meu pai Natale) e a mesa de doces (doces finos) para meu sogro (apelido Bigode) que se chamou Bigode Doce e é apaixonado por doces.

Colocamos o bolo em cima de cases. Só escolhemos o recheio que era de massa de banana com recheio de chocolate e doce de leite! Maravilhoso!

Os chinelos estavam dispostos em prateleiras de ferro com numeração, que os convidados podiam pegar a vontade durante toda festa!

Os bem casados estavam dispostos em latões de ferro, estilo latão de combustível. A embalagem era em papel kraft e desenvolvemos uma arte específica com duas poesias que o Fabio me fez quando namorávamos. Essas poesias também estavam em painéis de madeira na entrada e ao lado do Opala 1979 (carro do noivo que é colecionar e amante de carros antigos)”.

Relações profissionais

Fotos: Danilo Siqueira (SP)

Vídeo: Jabuticaba Filmes (SP)

Local: Vila SP (SP)

Assessoria: Regina Coeli (SP)

Decoração: Fechado Para Jantar (SP)

Móveis: La Bella Tavola (SP)

Buffet: Amici (SP)

Bebidas: Casa Lisboa (SP)

Bolo: Alessandra Tonisi (SP)

Doces: Alessandra Tonisi (SP) e Nina Veloso (SP)

Bem casados: Ana Cristina (SP) com arte Ana Romero (SP)

Música para cerimônia: Allegro (SP)

Banda: Roxy (SP)

Som e Iluminação: G2 Eventos (SP)

Atração: Realejo da Sorte (SP)

Caligrafia: Bruna Serifa (SP)

Acervo: Ella Arts (SP), Buffet Amici (SP) e Fechado Para Jantar (SP)

Adesivo: Stilo Laser (SP)

Vestido Noiva: Luddy Ferreira 

Beleza da Noiva: Agência First

Terno noivo: Aslan Rigor

CONVERSE COM A GENTE

7 Dicas para Casamentos no Inverno em Curitiba

Todo mundo sabe que em Curitiba faz um bom friozinho! Por isso perguntamos para nossos profissionais de eventos queridos de Curitiba algumas tendências ou dicas para os noivos prestarem atenção nos casamentos no Inverno.

 Fabio Moro Fotografia: “Os noivos devem aproveitar muito a festa e deixar aflorar toda a emoção, assim não faltará calor humano para aquecer todos os que estiverem presentes nesse dia tão importante. É esse calor que amo registrar em minhas fotos!”.

 Flor do Dia: “Apostamos em tons mais escuros, terrosos. Gostamos da tendência de composições mais botânicas, com maior variedade de materiais, mistura de flores com sementes e folhagens”.

 Santo Dia: “Os noivinhos babuskas de madeira podem ser personalizados conforme os noivos quiserem, podem optar por vestimentas ou tons mais invernais”.

 DJ Kaique Fernandes: “Com a experiência de quem também casou no inverno, precisamente no mês de julho, posso dizer que vários fatores irão influenciar na animação dos convidados. Em épocas mais frias, pode chover, pode ventar e tudo vai influenciar no humor e vontade de dançar.
Durante o jantar os convidados comem um pouco mais para ter a sensação de estarem aquecidos. Após o jantar, os convidados demoram um pouco mas para embalar, então  não deixar o tempo se estender demais entre o fim do jantar e a abertura de pista para que as pessoas já reunam-se na pista e mantenham-se aquecidas. Se os convidados sentirem muito frio, eles vão embora, então, um bom DJ, pista cheia, música animada, do início ao fim e um ambiente aquecido são sinônimo de festas de sucesso“.

 Arte Holográfica: “Essa pista em estilo veneziana foi nossa criação. Ela é espelhada e os desenhos podem ser trabalhados em branco (conforme a foto), ou em jateado e em prata fosco (dando o efeito de tom sobre tom). A ideia pode ser adaptada, para o conceito da festa e a logo dos  noivos, que alguns optam em colocar, outros não”.

 Luciana Krizanowski“Casamento no outono e inverno deve ser extremamente aconchegante e se possível com cores quentes! Amo usar madeira, tapetes persas, muitas velas… Deixar com clima europeu! Planejar um casamento é cuidar de muitos detalhes, desde a decoração rica em detalhes: com  muitos tecidos em composição de xales, até mesmo o veludo. Trabalhar o mobiliário com cores. E também é importante pensar na gastronomia ideal, caldos quentes como opção na madrugada, a seleção de vinhos! Agora sobre a noiva, acho extremamente e elegante no inverno, podendo ousar de rendas, manga longa e até mesmo o clássico com gola alta!”.

 Maria Ignez Simões:Minha dica em acessório para outono/inverno é a clássica coroa, colorida ou somente em cristal para as noivas românticas. Usada com brinco delicado já que a coroa é uma peça bem imponente”.


Veja todos os profissionais indicados do Paraná clicando aqui: vestidadenoiva.com/localizacao/parana

Relações profissionais

Foto da Capa: Meliess (PR)

CONVERSE COM A GENTE

Os Doces Favoritos das Doceiras

Escolher os doces de casamento sempre é uma tarefa “difícil” entre tantas delícias. Fiquei curiosa em saber quais são os doces atuais favoritos de quem é especialista no assunto, ou seja, de quem faz! Veja abaixo os preferidos:

 Piece Of Cake“O meu é o creme brûlée. Acho um doce suave, delicado e com aroma natural de baunilha”. 

 Petite Patisserie “Casquinha de Banana com Nutella”.

  Le Delice “Quadrado pintado de Ovomaltine – me lembra infância… adorava leite com ovomaltine”.

 Carol Melo “Rosa belga”.

 Nina Veloso  “Atualmente é o cubo reali: copinho de chocolate belga 70% amargo, com delicioso recheio de praline de avelã e ganache de chocolate meio amargo”.

 Fleur de Sucre“O meu preferido da vida é a Caixinha de Cereja Amarena. Porque é chocolate com cereja, que eu amo! Acho essa mistura de chocolate com azedinho gotosa demais”. 

Relações profissionais

CONVERSE COM A GENTE